MATHEUS ÍNDIO

Área especial, destinada a comentários, sobre os Ex-Integrantes do Vasco, vinculados ao Futebol Profissional.
felippelima
Júnior
Júnior
Mensagens: 2102
Registrado em: 04 Jan 2016, 14:15

Re: MATHEUS ÍNDIO

Mensagem por felippelima » 13 Mai 2022, 15:06

foraEurico escreveu: 13 Mai 2022, 14:26
CHOPPVASCO escreveu: 13 Mai 2022, 11:01 Caramba, aleatoriamente me surgiu esse cara para seguir no Instagram.
Fui pesquisar que fim levou...
Depois da passagem apagada de 5 jogos pelo Botafogo-SP em 2020/2021, foi pro futebol de Omã, e está por lá.
O Al Nassr SC, que é o time que ele joga, é o 5º colocado no campeonato que reúne os únicos 14 times profissionais do país.
Esses dias, o goleiro Bilal Jalal Mahrab Al Bloushi, do Dhofar Club defendeu um pênalti dele.
Mas de qualquer forma, ele é o 10 e faixa do time dele...
Ou seja, mais um que ficou pelo meio do caminho na transição da base pro profissional. Simplesmente não conseguiu.
Não porque o time tenha necessariamente errado, mas é que as coisas se afunilam e a maioria dos jogadores ficam pelo meio do caminho mesmo.
O fato de ele ter participado de todas as categorias de base na seleção, quase sempre como titular, dava uma esperança maior.
Mas acho também que antigamente a nossa base era mais precária e tinha que ser muito fora da curva pra render. Foi profissionalizando de 2018 pra cá.
Tem um outro fator importantíssimo também... 90% dos caras que um jogador da base enfrenta, aos 25 ou 26 anos serão motorista de uber, personal, dono de restaurante e etc

O nível técnico em todas as bases do mundo, num geral, é baixo. De 20 jogadores nascidos dentro um ano x, tira 2 ou 3 que vão jogar pelo menos uma Série B do país. Ou seja, "muito fácil" destacar nesse cenário

Avatar do usuário
jfkneipp
Júnior
Júnior
Mensagens: 1086
Registrado em: 30 Dez 2015, 21:14
Localização: Campinas - SP

Re: MATHEUS ÍNDIO

Mensagem por jfkneipp » 13 Mai 2022, 15:13

cfigueroa escreveu: 13 Mai 2022, 15:06
Rodrigo 82 escreveu: 13 Mai 2022, 15:05
cfigueroa escreveu: 13 Mai 2022, 15:01 Lembro que na época eram 3 nomes, super comentados, era Indio, Foguete(foi pro são paulo) e outro não me recordo. Mais era muito alvoroço e deu em NADA.
O 3o não era um volante que depois foi denunciado por mentir a idade - e por isso voava no sub 20?
Lembrei, era um centroavante, MOSQUITO.
Não esqueçam do Willen
Membro do Fórum desde 21/3/2006

kaleo2917
Promessa
Promessa
Mensagens: 65
Registrado em: 04 Nov 2016, 16:41

Re: MATHEUS ÍNDIO

Mensagem por kaleo2917 » 13 Mai 2022, 15:14

jfkneipp escreveu: 13 Mai 2022, 15:13
cfigueroa escreveu: 13 Mai 2022, 15:06
Rodrigo 82 escreveu: 13 Mai 2022, 15:05
O 3o não era um volante que depois foi denunciado por mentir a idade - e por isso voava no sub 20?
Lembrei, era um centroavante, MOSQUITO.
Não esqueçam do Willen
Esse já foi um pouco antes. É da época do P. Coutinho.

Avatar do usuário
CHOPPVASCO
Promessa
Promessa
Mensagens: 370
Registrado em: 04 Out 2021, 14:56

Re: MATHEUS ÍNDIO

Mensagem por CHOPPVASCO » 13 Mai 2022, 15:38

felippelima escreveu: 13 Mai 2022, 15:06
foraEurico escreveu: 13 Mai 2022, 14:26
CHOPPVASCO escreveu: 13 Mai 2022, 11:01 Caramba, aleatoriamente me surgiu esse cara para seguir no Instagram.
Fui pesquisar que fim levou...
Depois da passagem apagada de 5 jogos pelo Botafogo-SP em 2020/2021, foi pro futebol de Omã, e está por lá.
O Al Nassr SC, que é o time que ele joga, é o 5º colocado no campeonato que reúne os únicos 14 times profissionais do país.
Esses dias, o goleiro Bilal Jalal Mahrab Al Bloushi, do Dhofar Club defendeu um pênalti dele.
Mas de qualquer forma, ele é o 10 e faixa do time dele...
Ou seja, mais um que ficou pelo meio do caminho na transição da base pro profissional. Simplesmente não conseguiu.
Não porque o time tenha necessariamente errado, mas é que as coisas se afunilam e a maioria dos jogadores ficam pelo meio do caminho mesmo.
O fato de ele ter participado de todas as categorias de base na seleção, quase sempre como titular, dava uma esperança maior.
Mas acho também que antigamente a nossa base era mais precária e tinha que ser muito fora da curva pra render. Foi profissionalizando de 2018 pra cá.
Tem um outro fator importantíssimo também... 90% dos caras que um jogador da base enfrenta, aos 25 ou 26 anos serão motorista de uber, personal, dono de restaurante e etc

O nível técnico em todas as bases do mundo, num geral, é baixo. De 20 jogadores nascidos dentro um ano x, tira 2 ou 3 que vão jogar pelo menos uma Série B do país. Ou seja, "muito fácil" destacar nesse cenário
Acabei de comentar no fórum do Buriche, lateral com grande potencial na nossa base, e hoje é representante comercial aos 24 anos
:euri: Atenção vascaínos: ao Vasco nada? :band: - tudo!
:euri: Então como é que é que é que é? :band: - Casaca, casaca, casa, casa casaca! A turma, é boa, é mesmo da fuzarca! Vasco, Vasco, Vasco!

vigo
Capitão
Capitão
Mensagens: 11875
Registrado em: 04 Jan 2016, 08:58

Re: MATHEUS ÍNDIO

Mensagem por vigo » 13 Mai 2022, 15:38

felippelima escreveu: 13 Mai 2022, 15:06
foraEurico escreveu: 13 Mai 2022, 14:26
CHOPPVASCO escreveu: 13 Mai 2022, 11:01 Caramba, aleatoriamente me surgiu esse cara para seguir no Instagram.
Fui pesquisar que fim levou...
Depois da passagem apagada de 5 jogos pelo Botafogo-SP em 2020/2021, foi pro futebol de Omã, e está por lá.
O Al Nassr SC, que é o time que ele joga, é o 5º colocado no campeonato que reúne os únicos 14 times profissionais do país.
Esses dias, o goleiro Bilal Jalal Mahrab Al Bloushi, do Dhofar Club defendeu um pênalti dele.
Mas de qualquer forma, ele é o 10 e faixa do time dele...
Ou seja, mais um que ficou pelo meio do caminho na transição da base pro profissional. Simplesmente não conseguiu.
Não porque o time tenha necessariamente errado, mas é que as coisas se afunilam e a maioria dos jogadores ficam pelo meio do caminho mesmo.
O fato de ele ter participado de todas as categorias de base na seleção, quase sempre como titular, dava uma esperança maior.
Mas acho também que antigamente a nossa base era mais precária e tinha que ser muito fora da curva pra render. Foi profissionalizando de 2018 pra cá.
Tem um outro fator importantíssimo também... 90% dos caras que um jogador da base enfrenta, aos 25 ou 26 anos serão motorista de uber, personal, dono de restaurante e etc

O nível técnico em todas as bases do mundo, num geral, é baixo. De 20 jogadores nascidos dentro um ano x, tira 2 ou 3 que vão jogar pelo menos uma Série B do país. Ou seja, "muito fácil" destacar nesse cenário
:acclaim:

Aquele time sub-15 do Vasco era "sensacional" até na escalação, tinha: Foguete, Baiano, Índio, Mosquito.
Todos com grande destaque, sumiram no profissional.
"O destino é inexorável!"

Avatar do usuário
Aquiles
Capitão
Capitão
Mensagens: 8183
Registrado em: 29 Dez 2015, 21:19
Localização: Jiu Jitsu

Re: MATHEUS ÍNDIO

Mensagem por Aquiles » 13 Mai 2022, 15:42

Ahhh se o Vasco tivesse dado mais oportunidades pra esse rapaz. Mais um craque a torcida queimou.


rsrsrsrs falar de Kayser é fácil. Puxar esses aqui pela memória ninguém quer kk.
Imagem Imagem

Responder

Voltar para “Ex-Integrantes do Vasco”