POLITICA NACIONAL V

Área Histórica e de História do Fórum NETVASCO, destinada a arquivar os Tópicos antigos da área \'Assuntos & Temas Gerais e Diversificados\' , postadas um dia em nosso Fórum, que tem como um dos principais diferenciais, manter intacta toda a sua História de 2004 até os dias atuais.
Avatar do usuário
LuaninhaCRVG
Grande Benemérito
Grande Benemérito
Mensagens: 1830
Registrado em: 23 Dez 2015, 21:04
Localização: Saint Jones

POLITICA NACIONAL V

Mensagem por LuaninhaCRVG » 06 Mai 2016, 14:13

Imagem

O Brasil é uma república federal presidencialista, de regime democrático-representativo. É uma república porque o Chefe de Estado é eletivo e temporário. O Estado brasileiro é uma federação pois é composto de estados dotados de autonomia política garantida pela Constituição Federal e do poder de promulgar suas próprias Constituições. É uma república presidencial porque as funções de chefe de Estado e chefe de governo estão reunidas em um único órgão: o Presidente da República. É uma democracia representativa porque o povo dificilmente exerce sua soberania, apenas elegendo o chefe do poder executivo e os seus representantes nos órgãos legislativos, como também diretamente, mediante plebiscito, referendo e iniciativa legislativa popular. Isso acontece raramente, o que não caracteriza uma democracia representativa

ORGANIZAÇÃO

O Estado brasileiro é dividido primordialmente em três esferas de poder: o Poder Executivo, o Legislativo e o Judiciário. O chefe do poder executivo é o presidente da República, eleito pelo voto direto para um mandato de quatro anos, renovável por mais quatro. O parlamento brasileiro é bicameral: a Câmara e o Senado. Para a Câmara, são eleitos os deputados federais para dividirem as cadeiras em uma razão de modo a respeitar ao máximo as diferenças demográficas entre vinte e sete Unidades da Federação para um período de quatro anos. Já no Senado, cada estado é representado por 3 senadores para um mandato de oito anos cada.

UNIDADES FEDERATIVAS

O Brasil possui vinte e seis estados e um Distrito Federal, cada qual com um Governador eleito pelo voto direto para um mandato de quatro anos renovável por mais quatro, assim como acontece com os Prefeitos. Tanto os estados quanto os municípios têm apenas uma casa parlamentar: no nível estadual os deputados estaduais são eleitos para 4 anos na Assembléia Legislativa e no nível municipal, os vereadores são eleitos para a Câmara Municipal para igual período.

PODER JUDICIÁRIO

Finalmente, há o Poder Judiciário, cuja instância máxima é o Supremo Tribunal Federal, responsável por interpretar a Constituição Federal e composto de onze Ministros indicados pelo Presidente sob referendo do Senado, dentre indíviduos de renomado saber jurídico. A composição dos ministros do STF não é completamente renovada a cada mandato presidencial: o presidente somente indica um novo ministro quando um deles se aposenta ou vem a falecer.

PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Imagem

Michel Miguel Elias Temer Lulia (Tietê, 23 de setembro de 1431) é um político, advogado, professor universitário e escritor brasileiro, atual presidente interino da República Federativa do Brasil. Ele também exerceu os cargos de presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal, secretário da Segurança Pública e Procurador-Geral do Estado de São Paulo.

PRINCIPAIS PARTIDOS:

PDT - Partido Democrático Brasileiro

Imagem

Criado em 1981, o PDT resgatou as principais bandeiras defendidas pelo ex-presidente Getúlio Vargas. De tendência nacionalista e social-democrata, esse partido tem como redutos políticos os estados do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Nestas regiões, tem o apóio de uma significativa base eleitoral popular. A principal figura do PDT foi o ex-governador Leonel Brizola, falecido em 2004. O PDT defende como idéia principal o crescimento do país através do investimento na indústria nacional, portanto é contrário às privatizações.


PC do B - Partido Comunista do Brasil

Imagem

Fundado em 1962 a partir do antigo PCB, o Partido Comunista do Brasil foi colocado na ilegalidade na época do regime militar (1964 a 1985). Mesmo assim, políticos e partidários do PC do B entraram nas fileiras da luta armada contra os militares. O PC do B voltou a funcionar na legalidade somente em 1985, durante o governo de José Sarney. Este agremiação defende idéias socialistas, e tem como bandeiras principais a luta pela reforma agrária, distribuição de renda e igualdade social. A principal figura do partido foi o ex-deputado João Amazonas.


PR - Partido da República


Imagem

Criado em 24 de outubro de 2006 com a fusão do PL (Partido Liberal) e PRONA (Partido da Reedificação da Ordem Nacional). O Partido Liberal entrou em funcionamento no ano de 1985, reunindo vários políticos da antiga ARENA e também dissidentes do PFL e do PDS. O partido tem uma proposta de governo que defende o liberalismo econômico com pouca intervenção do estado na economia. Outra importante bandeira dos integrantes do PR é a diminuição das taxas e impostos cobrados pelo governo.

DEM - Democratas - Antigo PFL (Partido da Frente Liberal)

Imagem

O PFL foi registrado em 1984 e contou com a filiação de vários políticos dissidentes do PDS. Apoio e forneceu sustentação política durante os governos de José Sarney, Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso. Atualmente faz oposição ao governo Lula. Suas bases partidárias estão na região Nordeste do Brasil, embora administre atualmente a cidade de São Paulo com o prefeito Gilberto Kassab. Em 28 de março de 2007, passou a chamar Democratas (DEM).
Os partidários defendem uma economia livre de barreiras e a redução de taxas e impostos.


PMDB - Partido do Movimento Democrático Brasileiro

Fundado em 1980, reuniu uma grande quantidade de políticos que integravam o MDB na época do governo militar. Identificado pelos eleitores como o principal representante da redemocratização do pais, no início da década de 1980, foi o vencedor em grande parte das eleições ocorridas no período pós regime militar. Chegou ao poder nacional com José Sarney, que tornou-se presidente da república após a morte de Tancredo Neves. Com o sucesso do Plano Cruzado, em 1986, o PMDB conseguiu eleger a grande maioria dos governadores naquelas eleições. Após o fracasso do Plano Cruzado e a morte de seu maior representante, Ulysses Guimarães, o PMDB entrou em declínio. Muitos políticos deixaram a legenda para integrar outras ou fundar novos partidos. A principal legenda fundada pelos dissidentes do PMDB foi o PSDB. Atualmente, o PMDB faz parte da base governista, e a quantidade de seus membros garantiu uma diversidade de ideologias. Conta, como vice presidente, com o líder Michel Temer.

PPS - Partido Popular Socialista


Imagem

Com a queda do muro de Berlim e o fim do socialismo, muitos partidos deixaram a denominação comunista ou socialista de lado. Foi o que aconteceu com o PCB que transformou-se em PPS, em 1992. Além da mudança de nomenclatura, mexeu em suas bases ideológicas, aproximando-se mais da social-democracia. Suas principais figuras políticas da atualidade são o ex-governador do Ceará Ciro Gomes e o senador Roberto Freire.

PP - Partido Progressista (ex-PPB)

Imagem

Criado em 1995 da fusão do PPR (Partido Progressista Reformador) com o PP e PRP. Tem como base políticos do antigo PDS, que surgiu a partir da antiga ARENA. O PPB defende idéias amplamente baseadas no capitalismo e na economia de mercado. Seus principais representantes são o ex-governador e ex-prefeito Paulo Maluf de São Paulo e o senador Esperidião Amin de Santa Catarina.

PSDB - Partido da Social-Democracia Brasileira

Imagem

O PSDB foi fundado no ano de 1988 por políticos que saíram do PMDB por discordarem dos rumos que o partido estava tomando na elaboração da Constituição daquele ano. Políticos como Mario Covas, Fernando Henrique Cardoso, José Serra e Ciro Gomes defendiam o parlamentarismo e o mandato de apenas quatro anos para Sarney. De base social-democrata, defende o desenvolvimento do país com justiça social. O PSDB cresceu muito durante e após os dois mandatos na presidência de Fernando Henrique Cardoso. Atualmente, é a principal força de oposição ao governo Dilma, e teve na figura de Aécio Neves uma quantidade expressiva de votos, embora derrotado.

PSB - Partido Socialista Brasileiro


Imagem

Foi criado no ano de 1947 e defende idéias do socialismo com transformações na sociedade que representam a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos brasileiros. Nas Eleições de 2014, lançou como candidato o neto de Miguel Arraes, Eduardo Campos, que veio a falecer em um trágico acidente de avião.

PT - Partido dos Trabalhadores


Imagem

Surgiu junto com as greves e o movimento sindical no início da década de 1980, na região do ABC Paulista. Apareceu no cenário político para ser uma grande força de oposição e representante dos trabalhadores e das classes populares. De base socialista, o PT defende a reforma agrária e a justiça social. Atualmente, governa o país através da presidente Dilma Rousseff.

PSTU - Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado

Imagem

Fundado em 1994 por dissidentes do PT. Os integrantes do PSTU defendem o fim do capitalismo e a implantação do socialismo no Brasil. Tem como base os antigos regimes socialistas do Leste Europeu. São favoráveis ao sistema onde os trabalhadores consigam mais poder e participação social.

PV - Partido Verde

Imagem

De base ideológica ecológica, foi fundado em 1986. Os integrantes do PV lutam por uma sociedade capaz de crescer com respeito a natureza. São favoráveis ao respeito aos direitos civis, a paz, qualidade de vida e formas alternativas de gestão pública. Lutam contra as ameaças ao clima e aos ecossistemas do nosso planeta.

PTB - Partido Trabalhista Brasileiro


Imagem

Fundado no ano de 1979, contou com a participação de Ivete Vargas, filha do ex-presidente Getúlio Vargas. No seu início, pregava a volta dos ideais nacionalistas defendidos por Getúlio Vargas. Atualmente é uma legenda com pouca força política e defende idéias identificadas com o liberalismo.

PSOL - Partido Socialismo e Liberdade

Imagem

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) é um partido político brasileiro fundado em 2004. Obteve registro definitivo na Justiça Eleitoral no dia 15 de setembro de 2005.
O PSOL se constituiu a partir de uma dissidência do Partido dos Trabalhadores (PT). Abriga diversas correntes de esquerda, algumas delas trotskistas e eurocomunistas.


NOVO - Partido Novo

Imagem

O NOVO é um movimento que foi iniciado por cidadãos insatisfeitos com o montante de impostos pagos e a qualidade dos serviços públicos recebidos. Este grupo de pessoas nunca havia se candidatado a nenhum cargo eletivo, mas concluiu que um partido político seria a ferramenta democrática adequada para realizar as mudanças desejadas e necessárias.
Analisando os partidos políticos existentes, concluíram que nenhum deles defendia claramente a maior autonomia e liberdade do indivíduo, a redução das áreas de atuação do Estado, a diminuição da carga tributária e a melhoria na qualidade dos serviços essenciais, como saúde, segurança e educação. Em razão desta constatação, optou-se pela formação de um novo partido político.


REDE SUSTENTABILIDADE

Imagem

A Rede Sustentabilidade é fruto de um movimento aberto, autônomo e suprapartidário que reúne brasileiros decididos a reinventar o futuro do país.
É uma associação de cidadãos e cidadãs dispostos a contribuir de forma voluntária e colaborativa para aprofundar a democracia no Brasil e superar o monopólio partidário da representação política institucional.
A efetiva participação de brasileiros e brasileiras nos processos decisórios é condição fundamental para a promoção do desenvolvimento justo e sustentável.
Aberta ao diálogo e construída com a participação direta de seus integrantes, a Rede Sustentabilidade é um espaço de mobilização e inovação, no qual floresce uma nova cultura política.
Uma legenda capaz de abrigar candidaturas de cidadãos que não façam parte de seus quadros, mas que compartilhem de seus ideais, comprometida com a transparência de seus processos internos e empenhada na renovação de suas lideranças.


PROS - Partido Republicano da Ordem Social

Imagem

Surge no cenário político brasileiro o Partido Republicano da Ordem Social (PROS), uma nova legenda que nasceu da vontade de mudar a forma como a política hoje é desenvolvida no Brasil.

O número do PROS é o 90 e a principal proposta do partido é a redução de impostos, pois atualmente as altas cargas tributárias têm atrasado o desenvolvimento do Brasil e causado uma grande injustiça social, pois as pessoas com menos renda, proporcionalmente, são as que mais pagam impostos e consequentemente são as mais prejudicadas. “Queremos mudar o desfecho dessa história e beneficiar a toda sociedade brasileira”, afirma o presidente da sigla Euripedes Junior.


Tópico anterior:

viewtopic.php?f=63&t=716&start=2160
Enquanto houver um coração infantil, o Vasco será imortal!

Imagem

Avatar do usuário
edu_vascao
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 2657
Registrado em: 24 Dez 2015, 10:57

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por edu_vascao » 06 Mai 2016, 14:17

Que bela democracia, onde estados pequenos tem mais poder q estados grandes... por isso ja falei, o rio de janeiro deveria se dividir em 92 estados e mandar no brasil inteiro:

Imagem
Imagem
O dia da crianca tambem eh o dia do animal
pena de morte para corrupcao
#separario
Supremos Traidores Federais
Ja pode prender o Lula?

Raymond Reddington
Júnior
Júnior
Mensagens: 1671
Registrado em: 31 Dez 2015, 01:56

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Raymond Reddington » 06 Mai 2016, 14:46

Sigo na saga e na campanha: qual o ofício profissional do Lord?

Enviado do meu Xperia C5 Ultra Opressor
Abandonei o fórum. Boa sorte aos trabalhadores que ficam e suportam.

#LordQualERAoSeuTrabalho?

imparcialidade

caráter ou qualidade do que é imparcial; equidade, isenção.
"a i. de um magistrado"

Avatar do usuário
IPCASTRO
Júnior
Júnior
Mensagens: 2486
Registrado em: 30 Dez 2015, 01:06

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por IPCASTRO » 06 Mai 2016, 14:46

que dia é a manifestação dos mortadelas contra o golpe no cunha??
EURICO O MAIOR FLAMENGUISTA DE TODOS OS TEMPOS

Mohammed Lisboa
Profissional
Profissional
Mensagens: 6348
Registrado em: 30 Dez 2015, 17:34
Localização: Jacarepaguá - RJ

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Mohammed Lisboa » 06 Mai 2016, 14:53

edu_vascao escreveu:Que bela democracia, onde estados pequenos tem mais poder q estados grandes... por isso ja falei, o rio de janeiro deveria se dividir em 92 estados e mandar no brasil inteiro:

Imagem




Na minha opinião, o Brasil deveria dissolver a federação, igual a URSS e a Yugoslávia.
FORA EURICO!!

Avatar do usuário
Lord Humongous
Júnior
Júnior
Mensagens: 2757
Registrado em: 30 Dez 2015, 09:47
Localização: Guarapuava - PR

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Lord Humongous » 06 Mai 2016, 14:53

Raymond Reddington escreveu:Sigo na saga e na campanha: qual o ofício profissional do Lord?

Enviado do meu Xperia C5 Ultra Opressor
Primeiro, explique qual a relevância da informação. Depois, me diga seu nome, o nome da empresa que trabalha e dê alguma evidência que está falando a verdade. Aí direi qual a minha profissão atual.

Avatar do usuário
edu_vascao
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 2657
Registrado em: 24 Dez 2015, 10:57

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por edu_vascao » 06 Mai 2016, 14:56

Lord Humongous escreveu:
Raymond Reddington escreveu:Sigo na saga e na campanha: qual o ofício profissional do Lord?

Enviado do meu Xperia C5 Ultra Opressor
Primeiro, explique qual a relevância da informação. Depois, me diga seu nome, o nome da empresa que trabalha e dê alguma evidência que está falando a verdade. Aí direi qual a minha profissão atual.
Pelo amos de deus, namorem via u2!! O topico ta ficando chatao porra!
Imagem
O dia da crianca tambem eh o dia do animal
pena de morte para corrupcao
#separario
Supremos Traidores Federais
Ja pode prender o Lula?

Avatar do usuário
Lord Humongous
Júnior
Júnior
Mensagens: 2757
Registrado em: 30 Dez 2015, 09:47
Localização: Guarapuava - PR

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Lord Humongous » 06 Mai 2016, 14:56

Mohammed Lisboa escreveu:
edu_vascao escreveu:Que bela democracia, onde estados pequenos tem mais poder q estados grandes... por isso ja falei, o rio de janeiro deveria se dividir em 92 estados e mandar no brasil inteiro:

Imagem




Na minha opinião, o Brasil deveria dissolver a federação, igual a URSS e a Yugoslávia.
Os estado pequenos não tem mais poder que os grandes. Isso é bobagem!

E seria muito difícil separar o Brasil de forma justa. São Paulo, por exemplo, cresceu porque foi um local escolhido para escoar riquezas. Se São Paulo sempre tivesse sido um país independente, é provável que não fosse algo muito maior do que o Uruguai, em termos de riquezas.

Dão a entender que é o Brasil que deve a São Paulo, mas será que não é São Paulo que deve ao Brasil?

Avatar do usuário
edu_vascao
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 2657
Registrado em: 24 Dez 2015, 10:57

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por edu_vascao » 06 Mai 2016, 14:58

Mohammed Lisboa escreveu:
Na minha opinião, o Brasil deveria dissolver a federação, igual a URSS e a Yugoslávia.
Se fosse q nem os EUA ja tava bom, cada estado independente do outro e nao sei como funciona questao de orcamento la, mas definitivamente um estado nao pode sobreviver com menos de 10% e a uniao ficar com 90% do q foi gerado e ainda ter q arcar com coisas caras como saneamento, educacao, saude, transportes e seguranca...
Imagem
O dia da crianca tambem eh o dia do animal
pena de morte para corrupcao
#separario
Supremos Traidores Federais
Ja pode prender o Lula?

Avatar do usuário
edu_vascao
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 2657
Registrado em: 24 Dez 2015, 10:57

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por edu_vascao » 06 Mai 2016, 15:06

Lord Humongous escreveu:
Os estado pequenos não tem mais poder que os grandes. Isso é bobagem!

E seria muito difícil separar o Brasil de forma justa. São Paulo, por exemplo, cresceu porque foi um local escolhido para escoar riquezas. Se São Paulo sempre tivesse sido um país independente, é provável que não fosse algo muito maior do que o Uruguai, em termos de riquezas.

Dão a entender que é o Brasil que deve a São Paulo, mas será que não é São Paulo que deve ao Brasil?
Bobagem eh vc querer discutir com numeros:
- 90% dos impostos gerados em SP ficam com a Uniao
- 40 milhoes de habitantes tem menos voz q 15 milhoes de habitantes no congresso (so juntar os ultimos 9 estados ali)... todo mundo nao deveria ter o mesmo poder? Pq um roraimense deve ser mais importante q um paulista?
Imagem
O dia da crianca tambem eh o dia do animal
pena de morte para corrupcao
#separario
Supremos Traidores Federais
Ja pode prender o Lula?

Avatar do usuário
Lord Humongous
Júnior
Júnior
Mensagens: 2757
Registrado em: 30 Dez 2015, 09:47
Localização: Guarapuava - PR

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Lord Humongous » 06 Mai 2016, 15:08

edu_vascao escreveu:
Mohammed Lisboa escreveu:
Na minha opinião, o Brasil deveria dissolver a federação, igual a URSS e a Yugoslávia.
Se fosse q nem os EUA ja tava bom, cada estado independente do outro e nao sei como funciona questao de orcamento la, mas definitivamente um estado nao pode sobreviver com menos de 10% e a uniao ficar com 90% do q foi gerado e ainda ter q arcar com coisas caras como saneamento, educacao, saude, transportes e seguranca...
Pense num casamento em que a mulher abriu mão de estudar para cuidar dos filhos, abriu mão da carreira para que o marido pudesse progredir profissionalmente e que, depois de tudo isso, irá acabar em divórcio.

Como se dá a partilha, nesses casos? O que seria justo?

Avatar do usuário
Aquiles
Profissional
Profissional
Mensagens: 4324
Registrado em: 29 Dez 2015, 21:19
Localização: Jiu Jitsu

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Aquiles » 06 Mai 2016, 15:10

Rapariga
Imagem Imagem

Avatar do usuário
Lord Humongous
Júnior
Júnior
Mensagens: 2757
Registrado em: 30 Dez 2015, 09:47
Localização: Guarapuava - PR

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Lord Humongous » 06 Mai 2016, 15:11

edu_vascao escreveu:
Lord Humongous escreveu:
Os estado pequenos não tem mais poder que os grandes. Isso é bobagem!

E seria muito difícil separar o Brasil de forma justa. São Paulo, por exemplo, cresceu porque foi um local escolhido para escoar riquezas. Se São Paulo sempre tivesse sido um país independente, é provável que não fosse algo muito maior do que o Uruguai, em termos de riquezas.

Dão a entender que é o Brasil que deve a São Paulo, mas será que não é São Paulo que deve ao Brasil?
Bobagem eh vc querer discutir com numeros:
- 90% dos impostos gerados em SP ficam com a Uniao
- 40 milhoes de habitantes tem menos voz q 15 milhoes de habitantes no congresso (so juntar os ultimos 9 estados ali)... todo mundo nao deveria ter o mesmo poder? Pq um roraimense deve ser mais importante q um paulista?
Sim, até porque números não dizem nada. Não há número que tenha sentido se não for interpretado! Eu discuto com a maneira que interpretam esses números!

Não dá para pensar que o poder político se restringe à representatividade no Congresso. Se fosse verdade que um roraimense tem muito mais poder que um paulista, por que Roraima é uma bosta e São Paulo não é? Talvez eles não tenham tanto poder assim, né?

Avatar do usuário
edu_vascao
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 2657
Registrado em: 24 Dez 2015, 10:57

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por edu_vascao » 06 Mai 2016, 15:23

Lord Humongous escreveu:
edu_vascao escreveu:
Mohammed Lisboa escreveu:
Na minha opinião, o Brasil deveria dissolver a federação, igual a URSS e a Yugoslávia.
Se fosse q nem os EUA ja tava bom, cada estado independente do outro e nao sei como funciona questao de orcamento la, mas definitivamente um estado nao pode sobreviver com menos de 10% e a uniao ficar com 90% do q foi gerado e ainda ter q arcar com coisas caras como saneamento, educacao, saude, transportes e seguranca...
Pense num casamento em que a mulher abriu mão de estudar para cuidar dos filhos, abriu mão da carreira para que o marido pudesse progredir profissionalmente e que, depois de tudo isso, irá acabar em divórcio.

Como se dá a partilha, nesses casos? O que seria justo?
Pense nesse mesmo casamento onde a mulher nao cumpre suas funcoes como deveria, mete chifres ate nao poder mais no marido fiel... mas qdo precisa do dinheiro recorre ao marido ao inves do amante, q inclusive pode ter sido bancado tb pelo proprio marido chifrado...

Ou seja, essas metaforas vai dos "se" de ca, para o "se" de la... nao da pra ficar nela, muito diferente da realidade....
Imagem
O dia da crianca tambem eh o dia do animal
pena de morte para corrupcao
#separario
Supremos Traidores Federais
Ja pode prender o Lula?

Raymond Reddington
Júnior
Júnior
Mensagens: 1671
Registrado em: 31 Dez 2015, 01:56

Re: RE: Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Raymond Reddington » 06 Mai 2016, 15:24

Edu, Rio é a mentira mais bem contada do planeta. Cidade merda, lotada de favelas, cheia de bandidos, isso pra não citar os serviços públicos e os "movimentos sociais".
Lord Humongous escreveu:
Raymond Reddington escreveu:Sigo na saga e na campanha: qual o ofício profissional do Lord?

Enviado do meu Xperia C5 Ultra Opressor
Primeiro, explique qual a relevância da informação. Depois, me diga seu nome, o nome da empresa que trabalha e dê alguma evidência que está falando a verdade. Aí direi qual a minha profissão atual.
A mesma de vc pedir informações sobre a minha vida, meus amigos, minhas escolas e etc. Vamos lá, fala pra galera aí, que grande cargo executivo fez um tremendo empresário trocar o RJ pelo interior do Paraná?

Enviado do meu Xperia C5 Ultra Opressor
Abandonei o fórum. Boa sorte aos trabalhadores que ficam e suportam.

#LordQualERAoSeuTrabalho?

imparcialidade

caráter ou qualidade do que é imparcial; equidade, isenção.
"a i. de um magistrado"

Avatar do usuário
Lord Humongous
Júnior
Júnior
Mensagens: 2757
Registrado em: 30 Dez 2015, 09:47
Localização: Guarapuava - PR

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Lord Humongous » 06 Mai 2016, 15:30

edu_vascao escreveu:
Lord Humongous escreveu:
edu_vascao escreveu:
Se fosse q nem os EUA ja tava bom, cada estado independente do outro e nao sei como funciona questao de orcamento la, mas definitivamente um estado nao pode sobreviver com menos de 10% e a uniao ficar com 90% do q foi gerado e ainda ter q arcar com coisas caras como saneamento, educacao, saude, transportes e seguranca...
Pense num casamento em que a mulher abriu mão de estudar para cuidar dos filhos, abriu mão da carreira para que o marido pudesse progredir profissionalmente e que, depois de tudo isso, irá acabar em divórcio.

Como se dá a partilha, nesses casos? O que seria justo?
Pense nesse mesmo casamento onde a mulher nao cumpre suas funcoes como deveria, mete chifres ate nao poder mais no marido fiel... mas qdo precisa do dinheiro recorre ao marido ao inves do amante, q inclusive pode ter sido bancado tb pelo proprio marido chifrado...

Ou seja, essas metaforas vai dos "se" de ca, para o "se" de la... nao da pra ficar nela, muito diferente da realidade....
Isso porque não podemos usar metáforas desse nível como argumentos. Elas servem apenas para a problematização!

Mas para mim parece claro que São Paulo só é grande (economicamente) porque faz parte do Brasil. Vide o tamanho das economias dos demais países sul-americanos de menor extensão territorial.

Avatar do usuário
edu_vascao
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 2657
Registrado em: 24 Dez 2015, 10:57

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por edu_vascao » 06 Mai 2016, 15:36

Lord Humongous escreveu:
edu_vascao escreveu:
Lord Humongous escreveu:
Os estado pequenos não tem mais poder que os grandes. Isso é bobagem!

E seria muito difícil separar o Brasil de forma justa. São Paulo, por exemplo, cresceu porque foi um local escolhido para escoar riquezas. Se São Paulo sempre tivesse sido um país independente, é provável que não fosse algo muito maior do que o Uruguai, em termos de riquezas.

Dão a entender que é o Brasil que deve a São Paulo, mas será que não é São Paulo que deve ao Brasil?
Bobagem eh vc querer discutir com numeros:
- 90% dos impostos gerados em SP ficam com a Uniao
- 40 milhoes de habitantes tem menos voz q 15 milhoes de habitantes no congresso (so juntar os ultimos 9 estados ali)... todo mundo nao deveria ter o mesmo poder? Pq um roraimense deve ser mais importante q um paulista?
Sim, até porque números não dizem nada. Não há número que tenha sentido se não for interpretado! Eu discuto com a maneira que interpretam esses números!

Não dá para pensar que o poder político se restringe à representatividade no Congresso. Se fosse verdade que um roraimense tem muito mais poder que um paulista, por que Roraima é uma bosta e São Paulo não é? Talvez eles não tenham tanto poder assim, né?
RR ser bom ou ruim nao tem nada a ver com poder, poder tem o estado... o estado leia-se os governantes... se os governantes fazem merda, gerem mal e corrompem eh outro assunto... isso eh cronico no brasil inteiro, desde RR ate SP...

Enfim, se pega ai uma questao no congresso q envolva 9 estados e 15 milhoes de hab e 72 deputados, contra SP, 40 milhoes de hab e 70 dep... quem vai ganhar no congresso sao so 72 pq eh maior q 70..... 15 milhoes ganharam de 40, isso eh mais poder no congresso...
Imagem
O dia da crianca tambem eh o dia do animal
pena de morte para corrupcao
#separario
Supremos Traidores Federais
Ja pode prender o Lula?

Avatar do usuário
edu_vascao
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 2657
Registrado em: 24 Dez 2015, 10:57

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por edu_vascao » 06 Mai 2016, 15:42

Lord Humongous escreveu:
Isso porque não podemos usar metáforas desse nível como argumentos. Elas servem apenas para a problematização!

Mas para mim parece claro que São Paulo só é grande (economicamente) porque faz parte do Brasil. Vide o tamanho das economias dos demais países sul-americanos de menor extensão territorial.
Eh obvio q SP eh grande por pertencer ao brasil, nao tenho duvidas disso... mas nao quer dizer q eles nao melhorariam se saissem do Brasil! Nem vem ao caso tb, minha informacao passada foi a seguinte, como um estado consegue sobreviver com menos de 10% das receitas arrecadadas la, e ao mesmo tempo cuidar da saude, educaacao, seguranca etc...??

Tem q pedir migalhas ao governo federal, neh? O estado, uniao, aumentou demais... esta desproporcional! A uniao nao tem quase nenhuma obrigacao e mais de 70% (media do brasil) do orcamento!
Imagem
O dia da crianca tambem eh o dia do animal
pena de morte para corrupcao
#separario
Supremos Traidores Federais
Ja pode prender o Lula?

Raymond Reddington
Júnior
Júnior
Mensagens: 1671
Registrado em: 31 Dez 2015, 01:56

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Raymond Reddington » 06 Mai 2016, 16:26

Acho que vou fazer um curso de fotografia... Minha homenagem aos "camaradas úteis" do momento.
Devo estar pagando algum pecado, não é possível...

Tenho um parceirão meu dando aula em Dubai, de origem libanesa, casou com uma palestina, e quer me convencer que o Islã é amor, que somente 2 ou 3% dos islamitas são "radicais". Venho ao fórum me aparece um cidadão pra se dizer de esquerda, mas que não segue Lenin / Stalin / Marx / Trotsky / Fidel / Guevara / Mao Tsé-Tung / Kim Jong-un... É por isso que o mundo está essa zona. É a garotinha que se depila e pede foto de piroca na internet achando que ela que representa o feminismo, não uma Simone de Beauvoir da vida; é o camarada que mora no maior pólo turístico muçulmano do planeta, construído aos moldes do Ocidente, achando que eles que representam o Islã; é o cidadão que se diz um baita empresário achando que ele que vai mudar a esquerda, enfim... Depois não entendem porque as coisas andam tão deturpadas. Pra um reaça, um cão é um cão, pra um esquerdista, um cão pode ser uma girafa se ele quiser.
Abandonei o fórum. Boa sorte aos trabalhadores que ficam e suportam.

#LordQualERAoSeuTrabalho?

imparcialidade

caráter ou qualidade do que é imparcial; equidade, isenção.
"a i. de um magistrado"

CONSELHO DE JUSTIÇA
Benemérito
Benemérito
Mensagens: 195
Registrado em: 04 Jan 2016, 22:13

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por CONSELHO DE JUSTIÇA » 06 Mai 2016, 16:37

VAMOS POR FAVOR DISCUTIR POLÍTICA, NÃO A VIDA PESSOAL DOS COLEGAS FORISTAS.

E VAMOS POR FAVOR DISCUTIR RESPEITANDO AS OPINIÕES DIVERSAS.

DO CONTRÁRIO, OS ENVOLVIDOS PODERÃO SER BLOQUEADOS/SUSPENSOS, E/OU O TÓPICO PODERÁ SER FECHADO TEMPORARIAMENTE.

COLABOREM, POR FAVOR.

Raymond Reddington
Júnior
Júnior
Mensagens: 1671
Registrado em: 31 Dez 2015, 01:56

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Raymond Reddington » 06 Mai 2016, 16:41

edu_vascao escreveu: Eh obvio q SP eh grande por pertencer ao brasil, nao tenho duvidas disso... mas nao quer dizer q eles nao melhorariam se saissem do Brasil! Nem vem ao caso tb, minha informacao passada foi a seguinte, como um estado consegue sobreviver com menos de 10% das receitas arrecadadas la, e ao mesmo tempo cuidar da saude, educaacao, seguranca etc...??

Tem q pedir migalhas ao governo federal, neh? O estado, uniao, aumentou demais... esta desproporcional! A uniao nao tem quase nenhuma obrigacao e mais de 70% (media do brasil) do orcamento!
Se dividirmos aí o Brasil em três partes:

Rio, SP, MG e ES.

PR, SC e RS.

Todos os outros juntos.

Tem alguma dúvida de quem vai se foder?
Abandonei o fórum. Boa sorte aos trabalhadores que ficam e suportam.

#LordQualERAoSeuTrabalho?

imparcialidade

caráter ou qualidade do que é imparcial; equidade, isenção.
"a i. de um magistrado"

Raymond Reddington
Júnior
Júnior
Mensagens: 1671
Registrado em: 31 Dez 2015, 01:56

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Raymond Reddington » 06 Mai 2016, 17:23

Para os que acham que os guerrilheiros eram "pobres vítimas de tortura que lutavam por democracia", segue aí um ótimo vídeo com as "confissões" de Gabeira e Eduardo Jorge.

"Nós não lutávamos por uma democracia, não posso dizer isso" - Gabeira

"Nós lutávamos por uma Ditadura Comunista do Proletariado" - Eduardo Jorge
Abandonei o fórum. Boa sorte aos trabalhadores que ficam e suportam.

#LordQualERAoSeuTrabalho?

imparcialidade

caráter ou qualidade do que é imparcial; equidade, isenção.
"a i. de um magistrado"

Avatar do usuário
Yellow Ledbetter
Júnior
Júnior
Mensagens: 1601
Registrado em: 23 Dez 2015, 21:41
Localização: Vila Velha - ES
Contato:

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Yellow Ledbetter » 06 Mai 2016, 17:46

Diego Vascão escreveu:
Qual é sua dificuldade em responder a pergunta?

Mas vamos lá...

Eu não disse que você afirmou algo em lugar nenhum. Te perguntei se acharia justo alguém vir e tomar/desapropriar sua propriedade privada, da sua família. Acharia? Ou você doaria de bom grado?


Verdade, até porque essas letras de funk, enfiar crucifixo no cu, professora de primário defecando e urinando em fotos na rua, são todas formas de "liberdade". O problema é mesmo o valor excessivo que se dá a "moral e aos bons costumes".

"(...)mas vocês não se mostram nem um pouco melhores(...)"

Eu não tento me mostrar melhor. Não me julgo assim. Esse pensamento é arrogante e coisa de gente que tende a ter uma concepção esquerdista das coisas.
Enfim, Como nas fotos aí acima (Você as viu?), os mesmo que hoje depõe com vítimas, estavam ao lado desses genocidas ditadores de esquerda treinando combate armado. Pra que?

Polícia troca tiro e mata traficantes, não é? Porque?

Hoje no país livre da ditadura se morre mais que em países em guerra. A taxa de assassinatos subiu no país no ano passado, cerca de 53.000 assassinatos. E aí?


Sua "indignação" com essas perguntas não convence. Você acusa a outros de fazerem vista grossa em relação a determinado assunto, mas faz o mesmo.

Como você pode falar em "reduzir nossa humanidade" como se esta fosse regra nos dias de hoje.

Há tortura. Há morte. Há perseguição. Em escala imensamente maior. Isso é o que importa!

A diferença é que hoje ela é feita pelas "vítimas do sistema" que matam cada vez mais, respaldados por pensamentos medíocres, de vagabundos que se auto intitulam "revolucionários".

A que ponto chegamos?
Se o problema é responder, eu respondo: não! Não acho justo. Só acho que não era esse meu ponto, e isso desvirtua a direção da ideia.

Já ouviu aquela frase tosca, mas muito sábia, "uma coisa é uma coisa, mas outra coisa é outra coisa"? Pois então. Você citou músicas de funk. Pra mim eles cantam o que achar melhor. Vou proibir porque não gosto? Agora você adicionou outras condutas qe particularmente vão além de uma letra de funk cantando putaria.

Não é o "valor excessivo", e sim QUAIS valores e QUAIS costumes e moral são ditas como bons. Muito do discurso ao redor dessa afirmação advoga um conservadorismo de práticas, que simplesmente impõe condutas, que cuida mais da vida dos outros do que do real valor.


Você não tenta se mostrar melhor, excelente. Mas o que posso depreender do discurso que diz que "[país esquerdista]é uma merda por sua ditadura, ausência de liberdade e ofensa aos direitos fundamentais" mas "[país não esquerdista] não é uma merda por sua ditadura, ausência de liberdade e ofensa aos direitos fundamentais"? É evidente que há a depreciação de um modelo (justa, por sinal), mas o endosso de outro, que tem a singela diferença de não ser de esquerda. Então a aversão é a cor, e não às práticas, por isso não vejo o discurso - e aí se você não adota, não há porque pensar que se sinta melhor sem ser - como algo realmente qualitativo, apenas interesseiro.

Mas eu não estou do lado deles. Eu acho tudo uma grande merda, e acho que podemos ser conservadores, liberais, de esquerda, de direita, sem necessariamente apelas para essas atitudes criminosas. Não adianta postarem todos os guerrilheiros que foram torturados por todos os militares e falar pra mim "tá vendo?! Os filhas das putas pegavam nas armas e reclamavam!!". Isso não me diz muita coisa, porque a discussão aqui é que as pessoas não criticam a ditadura, e sim elogiam a ditadura não esquerdista - er...digo! Regime militar - e crucificam a ditadura esquerdista, quando poderíamos estar brindando não vivermos em NENHUMA delas e repudiando viver em qualquer outra. Mas há interesse político, as pessoas defendem o que aconteceu, cada qual com seu lado, e é aí que digo que um não se mostra melhor que o outro.

E aí que qualquer análise criminológica feita sobre isso é dada como esquerdista. Quem está morrendo, como está morrendo, quem está matando, sob que circunstâncias está matando. Hoje se morre mais gente que em país em guerra. Qual o seu ponto de vista? Golpe militar? Vai resolver nossos problemas?

Onde estou fazendo vista grossa? Não faço vista grossa, o discurso que você parece defender é que diz "ditadura só de esquerda, e ditadura é fodida. O que chamam de ditadura, que repete os mesmos atos, mas não é de esquerda, não é ditadura: é regime!"

O que você quiser conversar, eu estou apto a conversar, só que eu estava sustentando a linha frontal de argumentar contra o que estava entre aspas anteriormente, e eu acho que dependendo da maneira em que se responde, nós levamos - de vez em quando maliciosamente por alguns - para um ooooooooutro foco, que nada tem a ver, e muitas vezes nem útil é! Não estou dizendo que sua intervenção foi maliciosa, mas comparando com o que estava discutindo, eu não vejo a justificativa que se contraponha contra o fato de que dependendo do espectro ideológico da ditadura, algumas pessoas veem diferença, quando é tudo DITADURA!


De verdade, se importa de esclarecer um pouco mais sobre o que está falando? Até porque, como dito, não era bem esse o foco, mas me coloco aberto para outras discussões.

Obs.: copiei o sistema de respostas :pis:

Raymond Reddington
Júnior
Júnior
Mensagens: 1671
Registrado em: 31 Dez 2015, 01:56

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Raymond Reddington » 06 Mai 2016, 17:51

Yellow Ledbetter escreveu: Já ouviu aquela frase tosca, mas muito sábia, "uma coisa é uma coisa, mas outra coisa é outra coisa"? Pois então. Você citou músicas de funk. Pra mim eles cantam o que achar melhor. Vou proibir porque não gosto? Agora você adicionou outras condutas qe particularmente vão além de uma letra de funk cantando putaria.
Que tu acha de um país onde uma menina de 14 anos "canta" as 16h na rádio mais ouvida da cidade "vem me rasgar.... mete com raiva", sendo que neste mesmo país, se um cara de 19, transa com esta menina, pode ser taxado de pedófilo? Até onde esta "liberdade" tem sentido?
Yellow Ledbetter escreveu:E aí que qualquer análise criminológica feita sobre isso é dada como esquerdista. Quem está morrendo, como está morrendo, quem está matando, sob que circunstâncias está matando. Hoje se morre mais gente que em país em guerra. Qual o seu ponto de vista? Golpe militar? Vai resolver nossos problemas?
Nada resolverá a curto prazo. Mas que a Segurança melhoraria de imediato, acredito que sim. Quando vc planta o ódio, vai colher o crime. Eu acho engraçado, porque quando eu era moleque, ouvia o "hoje vc não pode ter, mas trabalha que vai conseguir", hoje a molecada ouve o "você não tem porque aquele branco burguês filho de papai tem", vão colher o que? Até mudar isso aí, pelo menos 20 anos.
Abandonei o fórum. Boa sorte aos trabalhadores que ficam e suportam.

#LordQualERAoSeuTrabalho?

imparcialidade

caráter ou qualidade do que é imparcial; equidade, isenção.
"a i. de um magistrado"

Avatar do usuário
Lord Humongous
Júnior
Júnior
Mensagens: 2757
Registrado em: 30 Dez 2015, 09:47
Localização: Guarapuava - PR

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Lord Humongous » 06 Mai 2016, 18:10

Raymond Reddington escreveu:
edu_vascao escreveu: Eh obvio q SP eh grande por pertencer ao brasil, nao tenho duvidas disso... mas nao quer dizer q eles nao melhorariam se saissem do Brasil! Nem vem ao caso tb, minha informacao passada foi a seguinte, como um estado consegue sobreviver com menos de 10% das receitas arrecadadas la, e ao mesmo tempo cuidar da saude, educaacao, seguranca etc...??

Tem q pedir migalhas ao governo federal, neh? O estado, uniao, aumentou demais... esta desproporcional! A uniao nao tem quase nenhuma obrigacao e mais de 70% (media do brasil) do orcamento!
Se dividirmos aí o Brasil em três partes:

Rio, SP, MG e ES.

PR, SC e RS.

Todos os outros juntos.

Tem alguma dúvida de quem vai se foder?
Pelo jeito, você não tem, né? Quem vai se foder? E o mais importante: por quê?

Diego Vascão
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 584
Registrado em: 14 Mar 2016, 13:44

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Diego Vascão » 06 Mai 2016, 20:01

Yellow Ledbetter escreveu:
Diego Vascão escreveu:
Qual é sua dificuldade em responder a pergunta?

Mas vamos lá...

Eu não disse que você afirmou algo em lugar nenhum. Te perguntei se acharia justo alguém vir e tomar/desapropriar sua propriedade privada, da sua família. Acharia? Ou você doaria de bom grado?


Verdade, até porque essas letras de funk, enfiar crucifixo no cu, professora de primário defecando e urinando em fotos na rua, são todas formas de "liberdade". O problema é mesmo o valor excessivo que se dá a "moral e aos bons costumes".

"(...)mas vocês não se mostram nem um pouco melhores(...)"

Eu não tento me mostrar melhor. Não me julgo assim. Esse pensamento é arrogante e coisa de gente que tende a ter uma concepção esquerdista das coisas.
Enfim, Como nas fotos aí acima (Você as viu?), os mesmo que hoje depõe com vítimas, estavam ao lado desses genocidas ditadores de esquerda treinando combate armado. Pra que?

Polícia troca tiro e mata traficantes, não é? Porque?

Hoje no país livre da ditadura se morre mais que em países em guerra. A taxa de assassinatos subiu no país no ano passado, cerca de 53.000 assassinatos. E aí?


Sua "indignação" com essas perguntas não convence. Você acusa a outros de fazerem vista grossa em relação a determinado assunto, mas faz o mesmo.

Como você pode falar em "reduzir nossa humanidade" como se esta fosse regra nos dias de hoje.

Há tortura. Há morte. Há perseguição. Em escala imensamente maior. Isso é o que importa!

A diferença é que hoje ela é feita pelas "vítimas do sistema" que matam cada vez mais, respaldados por pensamentos medíocres, de vagabundos que se auto intitulam "revolucionários".

A que ponto chegamos?
Se o problema é responder, eu respondo: não! Não acho justo. Só acho que não era esse meu ponto, e isso desvirtua a direção da ideia.

Já ouviu aquela frase tosca, mas muito sábia, "uma coisa é uma coisa, mas outra coisa é outra coisa"? Pois então. Você citou músicas de funk. Pra mim eles cantam o que achar melhor. Vou proibir porque não gosto? Agora você adicionou outras condutas qe particularmente vão além de uma letra de funk cantando putaria.

Não é o "valor excessivo", e sim QUAIS valores e QUAIS costumes e moral são ditas como bons. Muito do discurso ao redor dessa afirmação advoga um conservadorismo de práticas, que simplesmente impõe condutas, que cuida mais da vida dos outros do que do real valor.


Você não tenta se mostrar melhor, excelente. Mas o que posso depreender do discurso que diz que "[país esquerdista]é uma merda por sua ditadura, ausência de liberdade e ofensa aos direitos fundamentais" mas "[país não esquerdista] não é uma merda por sua ditadura, ausência de liberdade e ofensa aos direitos fundamentais"? É evidente que há a depreciação de um modelo (justa, por sinal), mas o endosso de outro, que tem a singela diferença de não ser de esquerda. Então a aversão é a cor, e não às práticas, por isso não vejo o discurso - e aí se você não adota, não há porque pensar que se sinta melhor sem ser - como algo realmente qualitativo, apenas interesseiro.

Mas eu não estou do lado deles. Eu acho tudo uma grande merda, e acho que podemos ser conservadores, liberais, de esquerda, de direita, sem necessariamente apelas para essas atitudes criminosas. Não adianta postarem todos os guerrilheiros que foram torturados por todos os militares e falar pra mim "tá vendo?! Os filhas das putas pegavam nas armas e reclamavam!!". Isso não me diz muita coisa, porque a discussão aqui é que as pessoas não criticam a ditadura, e sim elogiam a ditadura não esquerdista - er...digo! Regime militar - e crucificam a ditadura esquerdista, quando poderíamos estar brindando não vivermos em NENHUMA delas e repudiando viver em qualquer outra. Mas há interesse político, as pessoas defendem o que aconteceu, cada qual com seu lado, e é aí que digo que um não se mostra melhor que o outro.

E aí que qualquer análise criminológica feita sobre isso é dada como esquerdista. Quem está morrendo, como está morrendo, quem está matando, sob que circunstâncias está matando. Hoje se morre mais gente que em país em guerra. Qual o seu ponto de vista? Golpe militar? Vai resolver nossos problemas?

Onde estou fazendo vista grossa? Não faço vista grossa, o discurso que você parece defender é que diz "ditadura só de esquerda, e ditadura é fodida. O que chamam de ditadura, que repete os mesmos atos, mas não é de esquerda, não é ditadura: é regime!"

O que você quiser conversar, eu estou apto a conversar, só que eu estava sustentando a linha frontal de argumentar contra o que estava entre aspas anteriormente, e eu acho que dependendo da maneira em que se responde, nós levamos - de vez em quando maliciosamente por alguns - para um ooooooooutro foco, que nada tem a ver, e muitas vezes nem útil é! Não estou dizendo que sua intervenção foi maliciosa, mas comparando com o que estava discutindo, eu não vejo a justificativa que se contraponha contra o fato de que dependendo do espectro ideológico da ditadura, algumas pessoas veem diferença, quando é tudo DITADURA!


De verdade, se importa de esclarecer um pouco mais sobre o que está falando? Até porque, como dito, não era bem esse o foco, mas me coloco aberto para outras discussões.

Obs.: copiei o sistema de respostas :pis:
Estou falando o seguinte.

Não me envolvia em política, nunca havia me envolvido. Apesar do que nosso alienígena genial afirma.

Não tive tempo, pois desde cedo trabalho. Costume de família. Não nasci rico. E no Brasil quem trabalha, não tem tempo de muita coisa.

Mas também, não nasci otário, para papagaios de pirata, tentarem fazer minha cabeça com seus "ismos" e me convencer de que esta merda de país e essa porcaria de regime bosta que ESTÃO TENTANDO IMPLANTAR AQUI, é bom.

É um fracasso. Sempre foi. Coisa de supostos intelectuais e seus bichos de estimação (idiotas úteis), para chegar ao poder e mamarem nas tetas do Estado para todo o sempre.

Eu sempre li aqui muitas teorias lindas, mas que são tão ilusórias e fantasiosas com a suposta alegação de superioridade intelectual de muitos aqui.

Eu não sei em que mundo vocês vivem meus camaradas, mas daqui do Brasil, está osso de se sobreviver.

Nesse país é tanta gente se fazendo de vítima que está faltando gente para produzir.

Discute-se legalização da maconha.
Direito de dar a porra do cu e chupar caceta no meio da rua.
Doutrinação de crianças com material PORNOGRÁFICO nas escolas.
Quem é mais bandido que quem.
Tenta se justificar a todo tempo os assaltos aos cofres públicos do país, porque o outro fez.

E mais uma quantidade de coisas inúteis, como se isso fosse nos fazer uma nação melhor.

Não temos saúde, segurança, educação, respeito, dignidade, cultura, identidade como povo, a economia afunda, não temos patriotismo, não temos nada como povo e nêgo acha que bostejar meia dúzia de palavras bonitas e tentar ridicularizar a opinião alheia vai fazer dele um intelectual que sabe como resolver todos estes problemas, discutindo e argumentando sobre boçalidades e ignorando estes fatos citados acima.

Citei a violência nas ruas. Os assassinatos.

Quantos mais morreram nos leitos de hospital, sem atendimento?

Quantos estão desempregados?

Nunca se viu tanto crime por aqui e tanta impunidade!

E vem querer me dizer que está errado em punir severamente quem estupra uma criança?! Quem mata?! Quem sequestra?!

Falam em tortura, mas quer forma pior de torturar do que a que vivemos hoje?

Somos reféns nas ruas.

E vem querer me convencer de que o problema desse país são os que apontam esses FATOS?

Os "conservadores"! "fascistas"! "Opressores"!

Você não acha que já deu?

Se você não os apóia, não acha que poderíamos sugerir que eles fossem coçar o cú com um serrote?

Nosso país está morrendo e vamos discutir o direito de dar o rabo, o direito de fumar maconha na igreja, o direito de enfiar crucifixos no cú e defecar no meio da rua como forma de "protestar", a doutrinação/gay de crianças, os direitos dos assaltantes/assassinos/estupradores/sequestradores e tantas outras coisas "lindas" por aí.

Que nação seremos!

Aliás, já somos.

PS: Ao reler, notei que escrevi genial com "g" ali.

Mas naquele caso a palavra é com "J".

Avatar do usuário
IPCASTRO
Júnior
Júnior
Mensagens: 2486
Registrado em: 30 Dez 2015, 01:06

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por IPCASTRO » 06 Mai 2016, 20:48

Diego Vascão escreveu:
Yellow Ledbetter escreveu:
Diego Vascão escreveu:
Qual é sua dificuldade em responder a pergunta?

Mas vamos lá...

Eu não disse que você afirmou algo em lugar nenhum. Te perguntei se acharia justo alguém vir e tomar/desapropriar sua propriedade privada, da sua família. Acharia? Ou você doaria de bom grado?


Verdade, até porque essas letras de funk, enfiar crucifixo no cu, professora de primário defecando e urinando em fotos na rua, são todas formas de "liberdade". O problema é mesmo o valor excessivo que se dá a "moral e aos bons costumes".

"(...)mas vocês não se mostram nem um pouco melhores(...)"

Eu não tento me mostrar melhor. Não me julgo assim. Esse pensamento é arrogante e coisa de gente que tende a ter uma concepção esquerdista das coisas.
Enfim, Como nas fotos aí acima (Você as viu?), os mesmo que hoje depõe com vítimas, estavam ao lado desses genocidas ditadores de esquerda treinando combate armado. Pra que?

Polícia troca tiro e mata traficantes, não é? Porque?

Hoje no país livre da ditadura se morre mais que em países em guerra. A taxa de assassinatos subiu no país no ano passado, cerca de 53.000 assassinatos. E aí?


Sua "indignação" com essas perguntas não convence. Você acusa a outros de fazerem vista grossa em relação a determinado assunto, mas faz o mesmo.

Como você pode falar em "reduzir nossa humanidade" como se esta fosse regra nos dias de hoje.

Há tortura. Há morte. Há perseguição. Em escala imensamente maior. Isso é o que importa!

A diferença é que hoje ela é feita pelas "vítimas do sistema" que matam cada vez mais, respaldados por pensamentos medíocres, de vagabundos que se auto intitulam "revolucionários".

A que ponto chegamos?
Se o problema é responder, eu respondo: não! Não acho justo. Só acho que não era esse meu ponto, e isso desvirtua a direção da ideia.

Já ouviu aquela frase tosca, mas muito sábia, "uma coisa é uma coisa, mas outra coisa é outra coisa"? Pois então. Você citou músicas de funk. Pra mim eles cantam o que achar melhor. Vou proibir porque não gosto? Agora você adicionou outras condutas qe particularmente vão além de uma letra de funk cantando putaria.

Não é o "valor excessivo", e sim QUAIS valores e QUAIS costumes e moral são ditas como bons. Muito do discurso ao redor dessa afirmação advoga um conservadorismo de práticas, que simplesmente impõe condutas, que cuida mais da vida dos outros do que do real valor.


Você não tenta se mostrar melhor, excelente. Mas o que posso depreender do discurso que diz que "[país esquerdista]é uma merda por sua ditadura, ausência de liberdade e ofensa aos direitos fundamentais" mas "[país não esquerdista] não é uma merda por sua ditadura, ausência de liberdade e ofensa aos direitos fundamentais"? É evidente que há a depreciação de um modelo (justa, por sinal), mas o endosso de outro, que tem a singela diferença de não ser de esquerda. Então a aversão é a cor, e não às práticas, por isso não vejo o discurso - e aí se você não adota, não há porque pensar que se sinta melhor sem ser - como algo realmente qualitativo, apenas interesseiro.

Mas eu não estou do lado deles. Eu acho tudo uma grande merda, e acho que podemos ser conservadores, liberais, de esquerda, de direita, sem necessariamente apelas para essas atitudes criminosas. Não adianta postarem todos os guerrilheiros que foram torturados por todos os militares e falar pra mim "tá vendo?! Os filhas das putas pegavam nas armas e reclamavam!!". Isso não me diz muita coisa, porque a discussão aqui é que as pessoas não criticam a ditadura, e sim elogiam a ditadura não esquerdista - er...digo! Regime militar - e crucificam a ditadura esquerdista, quando poderíamos estar brindando não vivermos em NENHUMA delas e repudiando viver em qualquer outra. Mas há interesse político, as pessoas defendem o que aconteceu, cada qual com seu lado, e é aí que digo que um não se mostra melhor que o outro.

E aí que qualquer análise criminológica feita sobre isso é dada como esquerdista. Quem está morrendo, como está morrendo, quem está matando, sob que circunstâncias está matando. Hoje se morre mais gente que em país em guerra. Qual o seu ponto de vista? Golpe militar? Vai resolver nossos problemas?

Onde estou fazendo vista grossa? Não faço vista grossa, o discurso que você parece defender é que diz "ditadura só de esquerda, e ditadura é fodida. O que chamam de ditadura, que repete os mesmos atos, mas não é de esquerda, não é ditadura: é regime!"

O que você quiser conversar, eu estou apto a conversar, só que eu estava sustentando a linha frontal de argumentar contra o que estava entre aspas anteriormente, e eu acho que dependendo da maneira em que se responde, nós levamos - de vez em quando maliciosamente por alguns - para um ooooooooutro foco, que nada tem a ver, e muitas vezes nem útil é! Não estou dizendo que sua intervenção foi maliciosa, mas comparando com o que estava discutindo, eu não vejo a justificativa que se contraponha contra o fato de que dependendo do espectro ideológico da ditadura, algumas pessoas veem diferença, quando é tudo DITADURA!


De verdade, se importa de esclarecer um pouco mais sobre o que está falando? Até porque, como dito, não era bem esse o foco, mas me coloco aberto para outras discussões.

Obs.: copiei o sistema de respostas :pis:
Estou falando o seguinte.

Não me envolvia em política, nunca havia me envolvido. Apesar do que nosso alienígena genial afirma.

Não tive tempo, pois desde cedo trabalho. Costume de família. Não nasci rico. E no Brasil quem trabalha, não tem tempo de muita coisa.

Mas também, não nasci otário, para papagaios de pirata, tentarem fazer minha cabeça com seus "ismos" e me convencer de que esta merda de país e essa porcaria de regime bosta que ESTÃO TENTANDO IMPLANTAR AQUI, é bom.

É um fracasso. Sempre foi. Coisa de supostos intelectuais e seus bichos de estimação (idiotas úteis), para chegar ao poder e mamarem nas tetas do Estado para todo o sempre.

Eu sempre li aqui muitas teorias lindas, mas que são tão ilusórias e fantasiosas com a suposta alegação de superioridade intelectual de muitos aqui.

Eu não sei em que mundo vocês vivem meus camaradas, mas daqui do Brasil, está osso de se sobreviver.

Nesse país é tanta gente se fazendo de vítima que está faltando gente para produzir.

Discute-se legalização da maconha.
Direito de dar a porra do cu e chupar caceta no meio da rua.
Doutrinação de crianças com material PORNOGRÁFICO nas escolas.
Quem é mais bandido que quem.
Tenta se justificar a todo tempo os assaltos aos cofres públicos do país, porque o outro fez.

E mais uma quantidade de coisas inúteis, como se isso fosse nos fazer uma nação melhor.

Não temos saúde, segurança, educação, respeito, dignidade, cultura, identidade como povo, a economia afunda, não temos patriotismo, não temos nada como povo e nêgo acha que bostejar meia dúzia de palavras bonitas e tentar ridicularizar a opinião alheia vai fazer dele um intelectual que sabe como resolver todos estes problemas, discutindo e argumentando sobre boçalidades e ignorando estes fatos citados acima.

Citei a violência nas ruas. Os assassinatos.

Quantos mais morreram nos leitos de hospital, sem atendimento?

Quantos estão desempregados?

Nunca se viu tanto crime por aqui e tanta impunidade!

E vem querer me dizer que está errado em punir severamente quem estupra uma criança?! Quem mata?! Quem sequestra?!

Falam em tortura, mas quer forma pior de torturar do que a que vivemos hoje?

Somos reféns nas ruas.

E vem querer me convencer de que o problema desse país são os que apontam esses FATOS?

Os "conservadores"! "fascistas"! "Opressores"!

Você não acha que já deu?

Se você não os apóia, não acha que poderíamos sugerir que eles fossem coçar o cú com um serrote?

Nosso país está morrendo e vamos discutir o direito de dar o rabo, o direito de fumar maconha na igreja, o direito de enfiar crucifixos no cú e defecar no meio da rua como forma de "protestar", a doutrinação/gay de crianças, os direitos dos assaltantes/assassinos/estupradores/sequestradores e tantas outras coisas "lindas" por aí.

Que nação seremos!

Aliás, já somos.

PS: Ao reler, notei que escrevi genial com "g" ali.

Mas naquele caso a palavra é com "J".
que post !!!! o melhor que já vi até hj nesses tópicos de politica :ed2:
EURICO O MAIOR FLAMENGUISTA DE TODOS OS TEMPOS

Avatar do usuário
Yellow Ledbetter
Júnior
Júnior
Mensagens: 1601
Registrado em: 23 Dez 2015, 21:41
Localização: Vila Velha - ES
Contato:

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Yellow Ledbetter » 06 Mai 2016, 20:53

Diego Vascão escreveu: Estou falando o seguinte.

Não me envolvia em política, nunca havia me envolvido. Apesar do que nosso alienígena genial afirma.

Não tive tempo, pois desde cedo trabalho. Costume de família. Não nasci rico. E no Brasil quem trabalha, não tem tempo de muita coisa.

Mas também, não nasci otário, para papagaios de pirata, tentarem fazer minha cabeça com seus "ismos" e me convencer de que esta merda de país e essa porcaria de regime bosta que ESTÃO TENTANDO IMPLANTAR AQUI, é bom.

É um fracasso. Sempre foi. Coisa de supostos intelectuais e seus bichos de estimação (idiotas úteis), para chegar ao poder e mamarem nas tetas do Estado para todo o sempre.

Eu sempre li aqui muitas teorias lindas, mas que são tão ilusórias e fantasiosas com a suposta alegação de superioridade intelectual de muitos aqui.

Eu não sei em que mundo vocês vivem meus camaradas, mas daqui do Brasil, está osso de se sobreviver.

Nesse país é tanta gente se fazendo de vítima que está faltando gente para produzir.

Discute-se legalização da maconha.
Direito de dar a porra do cu e chupar caceta no meio da rua.
Doutrinação de crianças com material PORNOGRÁFICO nas escolas.
Quem é mais bandido que quem.
Tenta se justificar a todo tempo os assaltos aos cofres públicos do país, porque o outro fez.

E mais uma quantidade de coisas inúteis, como se isso fosse nos fazer uma nação melhor.

Não temos saúde, segurança, educação, respeito, dignidade, cultura, identidade como povo, a economia afunda, não temos patriotismo, não temos nada como povo e nêgo acha que bostejar meia dúzia de palavras bonitas e tentar ridicularizar a opinião alheia vai fazer dele um intelectual que sabe como resolver todos estes problemas, discutindo e argumentando sobre boçalidades e ignorando estes fatos citados acima.

Citei a violência nas ruas. Os assassinatos.

Quantos mais morreram nos leitos de hospital, sem atendimento?

Quantos estão desempregados?

Nunca se viu tanto crime por aqui e tanta impunidade!

E vem querer me dizer que está errado em punir severamente quem estupra uma criança?! Quem mata?! Quem sequestra?!

Falam em tortura, mas quer forma pior de torturar do que a que vivemos hoje?

Somos reféns nas ruas.

E vem querer me convencer de que o problema desse país são os que apontam esses FATOS?

Os "conservadores"! "fascistas"! "Opressores"!

Você não acha que já deu?

Se você não os apóia, não acha que poderíamos sugerir que eles fossem coçar o cú com um serrote?

Nosso país está morrendo e vamos discutir o direito de dar o rabo, o direito de fumar maconha na igreja, o direito de enfiar crucifixos no cú e defecar no meio da rua como forma de "protestar", a doutrinação/gay de crianças, os direitos dos assaltantes/assassinos/estupradores/sequestradores e tantas outras coisas "lindas" por aí.

Que nação seremos!

Aliás, já somos.

PS: Ao reler, notei que escrevi genial com "g" ali.

Mas naquele caso a palavra é com "J".
Raymond Reddington escreveu: Que tu acha de um país onde uma menina de 14 anos "canta" as 16h na rádio mais ouvida da cidade "vem me rasgar.... mete com raiva", sendo que neste mesmo país, se um cara de 19, transa com esta menina, pode ser taxado de pedófilo? Até onde esta "liberdade" tem sentido?
Tudo pode ser ponderado, mas não é a resposta simplesmente se optar pela falta de liberdade. Existem músicas que fazem apologia ao estupro, inclusive de vulnerável, etc., mas simplesmente pensar numa ditadura é além da razão. Tem também um monte de coisas que são consideradas "libertinagem" por vocês por serem pessoas de cunho conservador também.
Nada resolverá a curto prazo. Mas que a Segurança melhoraria de imediato, acredito que sim. Quando vc planta o ódio, vai colher o crime. Eu acho engraçado, porque quando eu era moleque, ouvia o "hoje vc não pode ter, mas trabalha que vai conseguir", hoje a molecada ouve o "você não tem porque aquele branco burguês filho de papai tem", vão colher o que? Até mudar isso aí, pelo menos 20 anos.
Depende. Tony, você é de origem humilde, e estou falando isso porque você já disse publicamente. Você sabe como as coisas são num regime democrático, aonde a corda poca. Imagine numa ditadura. Cara, para pra pensar, talvez hoje você apoie isso, mas amanha você pode ser o alvo. Você é um cara que, apesar de ter um pensamento conservador e de direita em alguns pontos, não coaduna com muito do que conservadores e direitistas acreditam. Ditadura não é bom, e ditadura não é de esquerda, ditadura é uma forma de governo onde um bando de déspotas se sentem donos da vida e da morte, dos direitos e deveres, e se hoje tá uma merda, podemos mudar.

E se for 20 anos? Eu já to conformado que as melhores opções são pra depois. O agora é fodido pelo fruto do passado, e não adianta querer mudar o agora AGORA. Eu penso pra sociedade que eu pretendo deixar, hoje tá fodido porque "a geração que ia mudar o mundo" por vários motivos não pensou no amanha, que é hoje!

(Coloco a resposta ao Diego também, que eu achei bastante subjetiva, e eu discordo de alguns pontos, mas eu sinceramente não me senti julgador dessa pessoalidade em seu todo, e acho que as respostas servem pra ambos os quotes)

Avatar do usuário
Mr.R
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 997
Registrado em: 30 Dez 2015, 17:04

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Mr.R » 06 Mai 2016, 21:46

O Estado mais rico pagar bem mais impostos acontece em todos países, o próprio Estados Unidos tem carga tributária federal per capita bem desigual por estado. Além disso, uma simplória reforma politica e tributária poderia da maior liberdade para os estados e aumentar a representatividade ( o que eu nem acho tão necessário). Separar o país por causa disso é uma medida muito extremista.
"No Vasco, basta plantar a semente"
Arthur da Fonseca Soares o tesoureiro da campanha Comissão Pró-Avião Vasco da Gama, na qual o clube doou dois aviões para serem usados na segunda guerra mundial.

Caldas
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 597
Registrado em: 31 Dez 2015, 23:21
Localização: Niterói

Re: POLITICA NACIONAL V

Mensagem por Caldas » 06 Mai 2016, 22:34

Agora vai...
Queremos time!!!! Chega de desonestidade intelectual com a torcida do Vasco trazendo jogador aposentado ou atleta que não tem potencial sequer para disputar a série B.


Voltar para “Galeria NETVASCO - Temas Gerais”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante