POLITICA NACIONAL IV

Área Histórica e de História do Fórum NETVASCO, destinada a arquivar os Tópicos antigos da área \'Assuntos & Temas Gerais e Diversificados\' , postadas um dia em nosso Fórum, que tem como um dos principais diferenciais, manter intacta toda a sua História de 2004 até os dias atuais.
Avatar do usuário
Leo Araujo
Júnior
Júnior
Mensagens: 1922
Registrado em: 02 Jan 2016, 14:56
Localização: Rio de Janeiro-RJ

POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Leo Araujo » 14 Abr 2016, 16:48

Imagem

O Brasil é uma república federal presidencialista, de regime democrático-representativo. É uma república porque o Chefe de Estado é eletivo e temporário. O Estado brasileiro é uma federação pois é composto de estados dotados de autonomia política garantida pela Constituição Federal e do poder de promulgar suas próprias Constituições. É uma república presidencial porque as funções de chefe de Estado e chefe de governo estão reunidas em um único órgão: o Presidente da República. É uma democracia representativa porque o povo dificilmente exerce sua soberania, apenas elegendo o chefe do poder executivo e os seus representantes nos órgãos legislativos, como também diretamente, mediante plebiscito, referendo e iniciativa legislativa popular. Isso acontece raramente, o que não caracteriza uma democracia representativa

ORGANIZAÇÃO

O Estado brasileiro é dividido primordialmente em três esferas de poder: o Poder Executivo, o Legislativo e o Judiciário. O chefe do poder executivo é o presidente da República, eleito pelo voto direto para um mandato de quatro anos, renovável por mais quatro. O parlamento brasileiro é bicameral: a Câmara e o Senado. Para a Câmara, são eleitos os deputados federais para dividirem as cadeiras em uma razão de modo a respeitar ao máximo as diferenças demográficas entre vinte e sete Unidades da Federação para um período de quatro anos. Já no Senado, cada estado é representado por 3 senadores para um mandato de oito anos cada.

UNIDADES FEDERATIVAS

O Brasil possui vinte e seis estados e um Distrito Federal, cada qual com um Governador eleito pelo voto direto para um mandato de quatro anos renovável por mais quatro, assim como acontece com os Prefeitos. Tanto os estados quanto os municípios têm apenas uma casa parlamentar: no nível estadual os deputados estaduais são eleitos para 4 anos na Assembléia Legislativa e no nível municipal, os vereadores são eleitos para a Câmara Municipal para igual período.

PODER JUDICIÁRIO

Finalmente, há o Poder Judiciário, cuja instância máxima é o Supremo Tribunal Federal, responsável por interpretar a Constituição Federal e composto de onze Ministros indicados pelo Presidente sob referendo do Senado, dentre indíviduos de renomado saber jurídico. A composição dos ministros do STF não é completamente renovada a cada mandato presidencial: o presidente somente indica um novo ministro quando um deles se aposenta ou vem a falecer.

PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Imagem


Dilma Vana Rousseff (Belo Horizonte, 14 de dezembro de 1947) é uma economista e política brasileira, filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT), e a atual presidente da República Federativa do Brasil. Durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, assumiu a chefia do Ministério de Minas e Energia, e posteriormente, da Casa Civil. Em 2010, foi escolhida pelo PT para se candidatar à Presidência da República na eleição presidencial, sendo que o resultado de segundo turno, em 31 de outubro, tornou Dilma a primeira mulher a ser eleita para o posto de chefe de Estado e de governo, em toda a história do Brasil.


PRINCIPAIS PARTIDOS:

PDT - Partido Democrático Brasileiro

Imagem

Criado em 1981, o PDT resgatou as principais bandeiras defendidas pelo ex-presidente Getúlio Vargas. De tendência nacionalista e social-democrata, esse partido tem como redutos políticos os estados do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Nestas regiões, tem o apóio de uma significativa base eleitoral popular. A principal figura do PDT foi o ex-governador Leonel Brizola, falecido em 2004. O PDT defende como idéia principal o crescimento do país através do investimento na indústria nacional, portanto é contrário às privatizações.


PC do B - Partido Comunista do Brasil

Imagem

Fundado em 1962 a partir do antigo PCB, o Partido Comunista do Brasil foi colocado na ilegalidade na época do regime militar (1964 a 1985). Mesmo assim, políticos e partidários do PC do B entraram nas fileiras da luta armada contra os militares. O PC do B voltou a funcionar na legalidade somente em 1985, durante o governo de José Sarney. Este agremiação defende idéias socialistas, e tem como bandeiras principais a luta pela reforma agrária, distribuição de renda e igualdade social. A principal figura do partido foi o ex-deputado João Amazonas.


PR - Partido da República


Imagem

Criado em 24 de outubro de 2006 com a fusão do PL (Partido Liberal) e PRONA (Partido da Reedificação da Ordem Nacional). O Partido Liberal entrou em funcionamento no ano de 1985, reunindo vários políticos da antiga ARENA e também dissidentes do PFL e do PDS. O partido tem uma proposta de governo que defende o liberalismo econômico com pouca intervenção do estado na economia. Outra importante bandeira dos integrantes do PR é a diminuição das taxas e impostos cobrados pelo governo.

DEM - Democratas - Antigo PFL (Partido da Frente Liberal)

Imagem

O PFL foi registrado em 1984 e contou com a filiação de vários políticos dissidentes do PDS. Apoio e forneceu sustentação política durante os governos de José Sarney, Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso. Atualmente faz oposição ao governo Lula. Suas bases partidárias estão na região Nordeste do Brasil, embora administre atualmente a cidade de São Paulo com o prefeito Gilberto Kassab. Em 28 de março de 2007, passou a chamar Democratas (DEM).
Os partidários defendem uma economia livre de barreiras e a redução de taxas e impostos.


PMDB - Partido do Movimento Democrático Brasileiro

Fundado em 1980, reuniu uma grande quantidade de políticos que integravam o MDB na época do governo militar. Identificado pelos eleitores como o principal representante da redemocratização do pais, no início da década de 1980, foi o vencedor em grande parte das eleições ocorridas no período pós regime militar. Chegou ao poder nacional com José Sarney, que tornou-se presidente da república após a morte de Tancredo Neves. Com o sucesso do Plano Cruzado, em 1986, o PMDB conseguiu eleger a grande maioria dos governadores naquelas eleições. Após o fracasso do Plano Cruzado e a morte de seu maior representante, Ulysses Guimarães, o PMDB entrou em declínio. Muitos políticos deixaram a legenda para integrar outras ou fundar novos partidos. A principal legenda fundada pelos dissidentes do PMDB foi o PSDB. Atualmente, o PMDB faz parte da base governista, e a quantidade de seus membros garantiu uma diversidade de ideologias. Conta, como vice presidente, com o líder Michel Temer.

PPS - Partido Popular Socialista


Imagem

Com a queda do muro de Berlim e o fim do socialismo, muitos partidos deixaram a denominação comunista ou socialista de lado. Foi o que aconteceu com o PCB que transformou-se em PPS, em 1992. Além da mudança de nomenclatura, mexeu em suas bases ideológicas, aproximando-se mais da social-democracia. Suas principais figuras políticas da atualidade são o ex-governador do Ceará Ciro Gomes e o senador Roberto Freire.

PP - Partido Progressista (ex-PPB)

Imagem

Criado em 1995 da fusão do PPR (Partido Progressista Reformador) com o PP e PRP. Tem como base políticos do antigo PDS, que surgiu a partir da antiga ARENA. O PPB defende idéias amplamente baseadas no capitalismo e na economia de mercado. Seus principais representantes são o ex-governador e ex-prefeito Paulo Maluf de São Paulo e o senador Esperidião Amin de Santa Catarina.

PSDB - Partido da Social-Democracia Brasileira

Imagem

O PSDB foi fundado no ano de 1988 por políticos que saíram do PMDB por discordarem dos rumos que o partido estava tomando na elaboração da Constituição daquele ano. Políticos como Mario Covas, Fernando Henrique Cardoso, José Serra e Ciro Gomes defendiam o parlamentarismo e o mandato de apenas quatro anos para Sarney. De base social-democrata, defende o desenvolvimento do país com justiça social. O PSDB cresceu muito durante e após os dois mandatos na presidência de Fernando Henrique Cardoso. Atualmente, é a principal força de oposição ao governo Dilma, e teve na figura de Aécio Neves uma quantidade expressiva de votos, embora derrotado.

PSB - Partido Socialista Brasileiro


Imagem

Foi criado no ano de 1947 e defende idéias do socialismo com transformações na sociedade que representam a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos brasileiros. Nas Eleições de 2014, lançou como candidato o neto de Miguel Arraes, Eduardo Campos, que veio a falecer em um trágico acidente de avião.

PT - Partido dos Trabalhadores


Imagem

Surgiu junto com as greves e o movimento sindical no início da década de 1980, na região do ABC Paulista. Apareceu no cenário político para ser uma grande força de oposição e representante dos trabalhadores e das classes populares. De base socialista, o PT defende a reforma agrária e a justiça social. Atualmente, governa o país através da presidente Dilma Rousseff.

PSTU - Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado

Imagem

Fundado em 1994 por dissidentes do PT. Os integrantes do PSTU defendem o fim do capitalismo e a implantação do socialismo no Brasil. Tem como base os antigos regimes socialistas do Leste Europeu. São favoráveis ao sistema onde os trabalhadores consigam mais poder e participação social.

PV - Partido Verde

Imagem

De base ideológica ecológica, foi fundado em 1986. Os integrantes do PV lutam por uma sociedade capaz de crescer com respeito a natureza. São favoráveis ao respeito aos direitos civis, a paz, qualidade de vida e formas alternativas de gestão pública. Lutam contra as ameaças ao clima e aos ecossistemas do nosso planeta.

PTB - Partido Trabalhista Brasileiro


Imagem

Fundado no ano de 1979, contou com a participação de Ivete Vargas, filha do ex-presidente Getúlio Vargas. No seu início, pregava a volta dos ideais nacionalistas defendidos por Getúlio Vargas. Atualmente é uma legenda com pouca força política e defende idéias identificadas com o liberalismo.

PSOL - Partido Socialismo e Liberdade

Imagem

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) é um partido político brasileiro fundado em 2004. Obteve registro definitivo na Justiça Eleitoral no dia 15 de setembro de 2005.
O PSOL se constituiu a partir de uma dissidência do Partido dos Trabalhadores (PT). Abriga diversas correntes de esquerda, algumas delas trotskistas e eurocomunistas.


NOVO - Partido Novo

Imagem

O NOVO é um movimento que foi iniciado por cidadãos insatisfeitos com o montante de impostos pagos e a qualidade dos serviços públicos recebidos. Este grupo de pessoas nunca havia se candidatado a nenhum cargo eletivo, mas concluiu que um partido político seria a ferramenta democrática adequada para realizar as mudanças desejadas e necessárias.
Analisando os partidos políticos existentes, concluíram que nenhum deles defendia claramente a maior autonomia e liberdade do indivíduo, a redução das áreas de atuação do Estado, a diminuição da carga tributária e a melhoria na qualidade dos serviços essenciais, como saúde, segurança e educação. Em razão desta constatação, optou-se pela formação de um novo partido político.


REDE SUSTENTABILIDADE

Imagem

A Rede Sustentabilidade é fruto de um movimento aberto, autônomo e suprapartidário que reúne brasileiros decididos a reinventar o futuro do país.
É uma associação de cidadãos e cidadãs dispostos a contribuir de forma voluntária e colaborativa para aprofundar a democracia no Brasil e superar o monopólio partidário da representação política institucional.
A efetiva participação de brasileiros e brasileiras nos processos decisórios é condição fundamental para a promoção do desenvolvimento justo e sustentável.
Aberta ao diálogo e construída com a participação direta de seus integrantes, a Rede Sustentabilidade é um espaço de mobilização e inovação, no qual floresce uma nova cultura política.
Uma legenda capaz de abrigar candidaturas de cidadãos que não façam parte de seus quadros, mas que compartilhem de seus ideais, comprometida com a transparência de seus processos internos e empenhada na renovação de suas lideranças.


PROS - Partido Republicano da Ordem Social

Imagem

Surge no cenário político brasileiro o Partido Republicano da Ordem Social (PROS), uma nova legenda que nasceu da vontade de mudar a forma como a política hoje é desenvolvida no Brasil.

O número do PROS é o 90 e a principal proposta do partido é a redução de impostos, pois atualmente as altas cargas tributárias têm atrasado o desenvolvimento do Brasil e causado uma grande injustiça social, pois as pessoas com menos renda, proporcionalmente, são as que mais pagam impostos e consequentemente são as mais prejudicadas. “Queremos mudar o desfecho dessa história e beneficiar a toda sociedade brasileira”, afirma o presidente da sigla Euripedes Junior.


Tópico anterior:

viewtopic.php?f=63&t=687
Vasco é minha Vida, minha História, meu Primeiro Amigo.
:band:

Avatar do usuário
Leo Araujo
Júnior
Júnior
Mensagens: 1922
Registrado em: 02 Jan 2016, 14:56
Localização: Rio de Janeiro-RJ

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Leo Araujo » 14 Abr 2016, 16:51

Leo Araujo escreveu:Imagem

O Brasil é uma república federal presidencialista, de regime democrático-representativo. É uma república porque o Chefe de Estado é eletivo e temporário. O Estado brasileiro é uma federação pois é composto de estados dotados de autonomia política garantida pela Constituição Federal e do poder de promulgar suas próprias Constituições. É uma república presidencial porque as funções de chefe de Estado e chefe de governo estão reunidas em um único órgão: o Presidente da República. É uma democracia representativa porque o povo dificilmente exerce sua soberania, apenas elegendo o chefe do poder executivo e os seus representantes nos órgãos legislativos, como também diretamente, mediante plebiscito, referendo e iniciativa legislativa popular. Isso acontece raramente, o que não caracteriza uma democracia representativa

ORGANIZAÇÃO

O Estado brasileiro é dividido primordialmente em três esferas de poder: o Poder Executivo, o Legislativo e o Judiciário. O chefe do poder executivo é o presidente da República, eleito pelo voto direto para um mandato de quatro anos, renovável por mais quatro. O parlamento brasileiro é bicameral: a Câmara e o Senado. Para a Câmara, são eleitos os deputados federais para dividirem as cadeiras em uma razão de modo a respeitar ao máximo as diferenças demográficas entre vinte e sete Unidades da Federação para um período de quatro anos. Já no Senado, cada estado é representado por 3 senadores para um mandato de oito anos cada.

UNIDADES FEDERATIVAS

O Brasil possui vinte e seis estados e um Distrito Federal, cada qual com um Governador eleito pelo voto direto para um mandato de quatro anos renovável por mais quatro, assim como acontece com os Prefeitos. Tanto os estados quanto os municípios têm apenas uma casa parlamentar: no nível estadual os deputados estaduais são eleitos para 4 anos na Assembléia Legislativa e no nível municipal, os vereadores são eleitos para a Câmara Municipal para igual período.

PODER JUDICIÁRIO

Finalmente, há o Poder Judiciário, cuja instância máxima é o Supremo Tribunal Federal, responsável por interpretar a Constituição Federal e composto de onze Ministros indicados pelo Presidente sob referendo do Senado, dentre indíviduos de renomado saber jurídico. A composição dos ministros do STF não é completamente renovada a cada mandato presidencial: o presidente somente indica um novo ministro quando um deles se aposenta ou vem a falecer.

PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Imagem


Dilma Vana Rousseff (Belo Horizonte, 14 de dezembro de 1947) é uma economista e política brasileira, filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT), e a atual presidente da República Federativa do Brasil. Durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, assumiu a chefia do Ministério de Minas e Energia, e posteriormente, da Casa Civil. Em 2010, foi escolhida pelo PT para se candidatar à Presidência da República na eleição presidencial, sendo que o resultado de segundo turno, em 31 de outubro, tornou Dilma a primeira mulher a ser eleita para o posto de chefe de Estado e de governo, em toda a história do Brasil.


PRINCIPAIS PARTIDOS:

PDT - Partido Democrático Brasileiro

Imagem

Criado em 1981, o PDT resgatou as principais bandeiras defendidas pelo ex-presidente Getúlio Vargas. De tendência nacionalista e social-democrata, esse partido tem como redutos políticos os estados do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Nestas regiões, tem o apóio de uma significativa base eleitoral popular. A principal figura do PDT foi o ex-governador Leonel Brizola, falecido em 2004. O PDT defende como idéia principal o crescimento do país através do investimento na indústria nacional, portanto é contrário às privatizações.


PC do B - Partido Comunista do Brasil

Imagem

Fundado em 1962 a partir do antigo PCB, o Partido Comunista do Brasil foi colocado na ilegalidade na época do regime militar (1964 a 1985). Mesmo assim, políticos e partidários do PC do B entraram nas fileiras da luta armada contra os militares. O PC do B voltou a funcionar na legalidade somente em 1985, durante o governo de José Sarney. Este agremiação defende idéias socialistas, e tem como bandeiras principais a luta pela reforma agrária, distribuição de renda e igualdade social. A principal figura do partido foi o ex-deputado João Amazonas.


PR - Partido da República


Imagem

Criado em 24 de outubro de 2006 com a fusão do PL (Partido Liberal) e PRONA (Partido da Reedificação da Ordem Nacional). O Partido Liberal entrou em funcionamento no ano de 1985, reunindo vários políticos da antiga ARENA e também dissidentes do PFL e do PDS. O partido tem uma proposta de governo que defende o liberalismo econômico com pouca intervenção do estado na economia. Outra importante bandeira dos integrantes do PR é a diminuição das taxas e impostos cobrados pelo governo.

DEM - Democratas - Antigo PFL (Partido da Frente Liberal)

Imagem

O PFL foi registrado em 1984 e contou com a filiação de vários políticos dissidentes do PDS. Apoio e forneceu sustentação política durante os governos de José Sarney, Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso. Atualmente faz oposição ao governo Lula. Suas bases partidárias estão na região Nordeste do Brasil, embora administre atualmente a cidade de São Paulo com o prefeito Gilberto Kassab. Em 28 de março de 2007, passou a chamar Democratas (DEM).
Os partidários defendem uma economia livre de barreiras e a redução de taxas e impostos.


PMDB - Partido do Movimento Democrático Brasileiro

Fundado em 1980, reuniu uma grande quantidade de políticos que integravam o MDB na época do governo militar. Identificado pelos eleitores como o principal representante da redemocratização do pais, no início da década de 1980, foi o vencedor em grande parte das eleições ocorridas no período pós regime militar. Chegou ao poder nacional com José Sarney, que tornou-se presidente da república após a morte de Tancredo Neves. Com o sucesso do Plano Cruzado, em 1986, o PMDB conseguiu eleger a grande maioria dos governadores naquelas eleições. Após o fracasso do Plano Cruzado e a morte de seu maior representante, Ulysses Guimarães, o PMDB entrou em declínio. Muitos políticos deixaram a legenda para integrar outras ou fundar novos partidos. A principal legenda fundada pelos dissidentes do PMDB foi o PSDB. Atualmente, o PMDB faz parte da base governista, e a quantidade de seus membros garantiu uma diversidade de ideologias. Conta, como vice presidente, com o líder Michel Temer.

PPS - Partido Popular Socialista


Imagem

Com a queda do muro de Berlim e o fim do socialismo, muitos partidos deixaram a denominação comunista ou socialista de lado. Foi o que aconteceu com o PCB que transformou-se em PPS, em 1992. Além da mudança de nomenclatura, mexeu em suas bases ideológicas, aproximando-se mais da social-democracia. Suas principais figuras políticas da atualidade são o ex-governador do Ceará Ciro Gomes e o senador Roberto Freire.

PP - Partido Progressista (ex-PPB)

Imagem

Criado em 1995 da fusão do PPR (Partido Progressista Reformador) com o PP e PRP. Tem como base políticos do antigo PDS, que surgiu a partir da antiga ARENA. O PPB defende idéias amplamente baseadas no capitalismo e na economia de mercado. Seus principais representantes são o ex-governador e ex-prefeito Paulo Maluf de São Paulo e o senador Esperidião Amin de Santa Catarina.

PSDB - Partido da Social-Democracia Brasileira

Imagem

O PSDB foi fundado no ano de 1988 por políticos que saíram do PMDB por discordarem dos rumos que o partido estava tomando na elaboração da Constituição daquele ano. Políticos como Mario Covas, Fernando Henrique Cardoso, José Serra e Ciro Gomes defendiam o parlamentarismo e o mandato de apenas quatro anos para Sarney. De base social-democrata, defende o desenvolvimento do país com justiça social. O PSDB cresceu muito durante e após os dois mandatos na presidência de Fernando Henrique Cardoso. Atualmente, é a principal força de oposição ao governo Dilma, e teve na figura de Aécio Neves uma quantidade expressiva de votos, embora derrotado.

PSB - Partido Socialista Brasileiro


Imagem

Foi criado no ano de 1947 e defende idéias do socialismo com transformações na sociedade que representam a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos brasileiros. Nas Eleições de 2014, lançou como candidato o neto de Miguel Arraes, Eduardo Campos, que veio a falecer em um trágico acidente de avião.

PT - Partido dos Trabalhadores


Imagem

Surgiu junto com as greves e o movimento sindical no início da década de 1980, na região do ABC Paulista. Apareceu no cenário político para ser uma grande força de oposição e representante dos trabalhadores e das classes populares. De base socialista, o PT defende a reforma agrária e a justiça social. Atualmente, governa o país através da presidente Dilma Rousseff.

PSTU - Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado

Imagem

Fundado em 1994 por dissidentes do PT. Os integrantes do PSTU defendem o fim do capitalismo e a implantação do socialismo no Brasil. Tem como base os antigos regimes socialistas do Leste Europeu. São favoráveis ao sistema onde os trabalhadores consigam mais poder e participação social.

PV - Partido Verde

Imagem

De base ideológica ecológica, foi fundado em 1986. Os integrantes do PV lutam por uma sociedade capaz de crescer com respeito a natureza. São favoráveis ao respeito aos direitos civis, a paz, qualidade de vida e formas alternativas de gestão pública. Lutam contra as ameaças ao clima e aos ecossistemas do nosso planeta.

PTB - Partido Trabalhista Brasileiro


Imagem

Fundado no ano de 1979, contou com a participação de Ivete Vargas, filha do ex-presidente Getúlio Vargas. No seu início, pregava a volta dos ideais nacionalistas defendidos por Getúlio Vargas. Atualmente é uma legenda com pouca força política e defende idéias identificadas com o liberalismo.

PSOL - Partido Socialismo e Liberdade

Imagem

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) é um partido político brasileiro fundado em 2004. Obteve registro definitivo na Justiça Eleitoral no dia 15 de setembro de 2005.
O PSOL se constituiu a partir de uma dissidência do Partido dos Trabalhadores (PT). Abriga diversas correntes de esquerda, algumas delas trotskistas e eurocomunistas.


NOVO - Partido Novo

Imagem

O NOVO é um movimento que foi iniciado por cidadãos insatisfeitos com o montante de impostos pagos e a qualidade dos serviços públicos recebidos. Este grupo de pessoas nunca havia se candidatado a nenhum cargo eletivo, mas concluiu que um partido político seria a ferramenta democrática adequada para realizar as mudanças desejadas e necessárias.
Analisando os partidos políticos existentes, concluíram que nenhum deles defendia claramente a maior autonomia e liberdade do indivíduo, a redução das áreas de atuação do Estado, a diminuição da carga tributária e a melhoria na qualidade dos serviços essenciais, como saúde, segurança e educação. Em razão desta constatação, optou-se pela formação de um novo partido político.


REDE SUSTENTABILIDADE

Imagem

A Rede Sustentabilidade é fruto de um movimento aberto, autônomo e suprapartidário que reúne brasileiros decididos a reinventar o futuro do país.
É uma associação de cidadãos e cidadãs dispostos a contribuir de forma voluntária e colaborativa para aprofundar a democracia no Brasil e superar o monopólio partidário da representação política institucional.
A efetiva participação de brasileiros e brasileiras nos processos decisórios é condição fundamental para a promoção do desenvolvimento justo e sustentável.
Aberta ao diálogo e construída com a participação direta de seus integrantes, a Rede Sustentabilidade é um espaço de mobilização e inovação, no qual floresce uma nova cultura política.
Uma legenda capaz de abrigar candidaturas de cidadãos que não façam parte de seus quadros, mas que compartilhem de seus ideais, comprometida com a transparência de seus processos internos e empenhada na renovação de suas lideranças.


PROS - Partido Republicano da Ordem Social

Imagem

Surge no cenário político brasileiro o Partido Republicano da Ordem Social (PROS), uma nova legenda que nasceu da vontade de mudar a forma como a política hoje é desenvolvida no Brasil.

O número do PROS é o 90 e a principal proposta do partido é a redução de impostos, pois atualmente as altas cargas tributárias têm atrasado o desenvolvimento do Brasil e causado uma grande injustiça social, pois as pessoas com menos renda, proporcionalmente, são as que mais pagam impostos e consequentemente são as mais prejudicadas. “Queremos mudar o desfecho dessa história e beneficiar a toda sociedade brasileira”, afirma o presidente da sigla Euripedes Junior.
Tópico anterior

viewtopic.php?f=63&t=687&p=113292#p113292
Vasco é minha Vida, minha História, meu Primeiro Amigo.
:band:

Avatar do usuário
Vasco Imortal
Júnior
Júnior
Mensagens: 1979
Registrado em: 04 Jan 2016, 08:10
Localização: Ipenama/RJ

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Vasco Imortal » 14 Abr 2016, 16:58

Impeachment Já !
#AnulaUrna7

Avatar do usuário
Leo Araujo
Júnior
Júnior
Mensagens: 1922
Registrado em: 02 Jan 2016, 14:56
Localização: Rio de Janeiro-RJ

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Leo Araujo » 14 Abr 2016, 17:01

Vasco Imortal escreveu:Impeachment Já !
:ed2:
Vasco é minha Vida, minha História, meu Primeiro Amigo.
:band:

Avatar do usuário
IPCASTRO
Júnior
Júnior
Mensagens: 2486
Registrado em: 30 Dez 2015, 01:06

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por IPCASTRO » 14 Abr 2016, 17:08

Adeus Dilma , adeus dilma
EURICO O MAIOR FLAMENGUISTA DE TODOS OS TEMPOS

Avatar do usuário
Lord Humongous
Júnior
Júnior
Mensagens: 2757
Registrado em: 30 Dez 2015, 09:47
Localização: Guarapuava - PR

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Lord Humongous » 14 Abr 2016, 17:25

Vasco Imortal escreveu:O mesmo discursivo do Lord , é impressionante.
O que é impressionante? Que tenha gente que pense de um jeito que você não é capaz de acompanhar?

Avatar do usuário
gadotti
Júnior
Júnior
Mensagens: 1675
Registrado em: 05 Jan 2016, 12:39
Localização: Joinville

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por gadotti » 14 Abr 2016, 17:35

Série A 2018 - Nada é impossível!

Imagem

Maia
Promessa
Promessa
Mensagens: 298
Registrado em: 21 Jan 2016, 14:04

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Maia » 14 Abr 2016, 17:39

Orico Siberiano deveria assumir o Planalto

Avatar do usuário
Lord Humongous
Júnior
Júnior
Mensagens: 2757
Registrado em: 30 Dez 2015, 09:47
Localização: Guarapuava - PR

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Lord Humongous » 14 Abr 2016, 17:40

Diego Vascão escreveu:1- Só porque ainda não foi sistematizado, não pode ser classificado como sendo ou não.

2- Possível é, desejável jamais, a não ser que seja em uma aldeia no meio do nada.

3- Não disse que alguém tenta implementar o que você disse, disse que a implementação do comunismo é sonho de todo apaixonado pelas alucinações marxistas e por outros que perceberam que através dela perpetuariam no poder.
Sabe porque se torna utópica, porque estamos no trato com seres humanos, e o poder, corrompe até o mais virtuoso.
1. Ainda? Quanto teremos que esperar, já que o troço existe há mais de 100 anos e AINDA não foi sistematizado? (como se o problema fosse só esse).

2. Pois foi o que eu disse!

3. Quando você falou em utopia, foi retrucando a minha resposta ao que seria o sistema ideal na minha opinião. Não disse, em momento algum, que o sistema ideal seria o comunismo.

Avatar do usuário
Yellow Ledbetter
Júnior
Júnior
Mensagens: 1601
Registrado em: 23 Dez 2015, 21:41
Localização: Vila Velha - ES
Contato:

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Yellow Ledbetter » 14 Abr 2016, 17:55

Estive até matutando sobre a afirmação do gadotti que não há liberdade sem capitalismo.

É uma afirmação pouco crível, se me permite dizer. Afinal, crer na inexistência da liberdade fora do capitalismo é crer que nunca houve liberdade antes do capitalismo. Isso não só iria nos levar a um estudo axiológico do valor liberdade, como se dava em outras sociedades e sistemas, como ignorar todos os defeitos e desigualdades inerentes ao sistema em questão.

Nem precisamos tocar na ferida. Basta ver que o capitalismo tem regras, e toda regra tende a suprimir a liberdade de algo ou alguém. Imaginem num panorama liberal que não é permitido o cartel. Logo, não devo fazer um cartel. Isso suprime minha liberdade, independentemente do benefício do efeito.

Ou seja, é fraco afirmar o requisito capitalismo para o fim liberdade. Seria mais fácil dizer que o anarquismo, que é a ausência de coerção, seria dotado de maior liberdade que o capitalismo, pois é o sistema que tenta abolir as regras.

Apenas um pensamento, e lendo o Diego vs Lord.

Avatar do usuário
Klaus
Grande Benemérito
Grande Benemérito
Mensagens: 2008
Registrado em: 23 Dez 2015, 22:34
Localização: Rio de Janeiro
Contato:

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Klaus » 14 Abr 2016, 18:00

Gabrielleao escreveu:
Klaus escreveu: Não adianta você pegar outra ideologia e resolver chamar de comunismo ou variante de comunismo. O comunismo é tal como Marx o idealizou. O que os países nórdicos fazem é a social democracia.

O cumunimo deve ser proibido pois sua aplicação o leva ao socialismo ou ditadura do proletariado, e por consequente a um regime totalitário, sem liberdades individuais. Não existe tentativa de aplicação do comunismo que nãofique preso neste estágio. Tanto é assim que os países nórdicos são perfeitamente capitalistas.
O Comunismo vem antes do Marx.

Oque Marx idealizou foi uma maneira de como chegar ao Comunismo que sim, passa por um sistema Autoritário.

Como já disse, o Comunismo nunca acontece e por si só não é totalitário.
Klaus escreveu: Problema do Bolsa família é que antes de sair distribuindo dinheiro para ganhar votos tem que dar educação, saúde e segurança. Legal, agora o pobre ganha alguns reais a mais por mês. Pena que não vai receber educação que lhe permita se desenvolver intelectualmente e culturalmente, ficando com possibilidades remotas de subir na vida, pena que se tiver um problema de saúde vai morrer em fila de hospital, isso se não morrer num assalto no caminho. É a famosa administração da pobreza.
Claro, ate por que o Bolsa familia foi um programa isolado.

Ate por que esse não foi o governo ( mais ate que o do Lula) que investiu nas faculdade Publicas federais ( pergunte para qualquer estudante/professor de universidades publicas federais).

Ate por que o Enem, com seu novo formato ( unificando todas as faculdades) e com suas novas cotas, não deram chances para pessoas oriundas das escolas publicas entrassem em faculdades publico.

Ate por que o ProUNI não deu chance de VARIAS pessoas entraram em faculdades que não tinha chances antes (eu mesmo conheço um MONTE).

Quer reclamar da Economia do governo dilma eu bato palma e concordo, pois a dilma com suas medidas populista ( e o alto investimento em educação foi uma dessas) acabou gerando um rombo nas contas publicas.

Agora é um injustiça falar que o Governo federal que mais investiu em Educação na historia não esteja investindo para que o Bolso Familia não seja uma mudança isolada.
1) Sobre o comunismo:

É utópico porque igualdade absoluta é utópica. Meu ponto é: partidos como PCO, PSTU, PCDOB, etc. pregam o que você chama de comunismo Marxista e por isso não deveriam ser permitidos, já que isto implica um regime totalitário.

2) Sobre a educação pública:

As cotas nas instituições superiores são o atestado de incompetência do governo na educação básica pública. Estas não preparando adequadamente o cidadão e o seu ingresso nas mais concorridas universidades públicas, o governo não tem outra idéia senão enfiá - los goela abaixo ao invés de desenvolver a educação básica de forma a prepará - los para o acesso à universidade. Não por acaso, se não houvesse cotas não ingressavam, não porque não possuem competência, mas porque não possuem preparo. Muitos largam por não conseguir acompanhar o curso,outros por não conseguir bancar moradia, transporte, alimentação (valeu pátria educadora!) e por aí vai.
Imagem

Avatar do usuário
Lord Humongous
Júnior
Júnior
Mensagens: 2757
Registrado em: 30 Dez 2015, 09:47
Localização: Guarapuava - PR

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Lord Humongous » 14 Abr 2016, 18:08

http://politica.estadao.com.br/blogs/fa ... -dezembro/

"desgaste na opinião pública" :luc4: sei...

Avatar do usuário
Lord Humongous
Júnior
Júnior
Mensagens: 2757
Registrado em: 30 Dez 2015, 09:47
Localização: Guarapuava - PR

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Lord Humongous » 14 Abr 2016, 18:22

Yellow Ledbetter escreveu:Estive até matutando sobre a afirmação do gadotti que não há liberdade sem capitalismo.

É uma afirmação pouco crível, se me permite dizer. Afinal, crer na inexistência da liberdade fora do capitalismo é crer que nunca houve liberdade antes do capitalismo. Isso não só iria nos levar a um estudo axiológico do valor liberdade, como se dava em outras sociedades e sistemas, como ignorar todos os defeitos e desigualdades inerentes ao sistema em questão.

Nem precisamos tocar na ferida. Basta ver que o capitalismo tem regras, e toda regra tende a suprimir a liberdade de algo ou alguém. Imaginem num panorama liberal que não é permitido o cartel. Logo, não devo fazer um cartel. Isso suprime minha liberdade, independentemente do benefício do efeito.

Ou seja, é fraco afirmar o requisito capitalismo para o fim liberdade. Seria mais fácil dizer que o anarquismo, que é a ausência de coerção, seria dotado de maior liberdade que o capitalismo, pois é o sistema que tenta abolir as regras.

Apenas um pensamento, e lendo o Diego vs Lord.
Até o anarquismo falharia! Regras brotam do convívio humano, não há como escapar delas.

A verdade é que, em certo sentido, a liberdade é superestimada. O que queremos é ter mobilidade, poder falar, pensar, fazer coisas sem que haja coerção excessiva. E a melhor forma de coerção em um sistema hedônico é a autocoerção moral - é o que os psicanalistas, que o Diego gosta, chamariam de superego.

Um sistema hedônico regulado basicamente pela autocoerção só é possível com o aprimoramento dos indivíduos. Se somos pouco livres hoje, a culpa não é do sistema econômico (até porque isso é só uma aberração que serve para tratar de animais), mas do sistema social e, sobretudo, da cultura!

Enquanto cultuarmos a ansiedade de consumo e todo esse desespero para ter mais do que o outro, precisaremos de sistemas sociais castradores. Capitalismo garante a liberdade? Piada, né?! Capitalismo garante coerção! Muita coerção!

Avatar do usuário
Lord Humongous
Júnior
Júnior
Mensagens: 2757
Registrado em: 30 Dez 2015, 09:47
Localização: Guarapuava - PR

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Lord Humongous » 14 Abr 2016, 18:36

Klaus escreveu: 1) Sobre o comunismo:

É utópico porque igualdade absoluta é utópica. Meu ponto é: partidos como PCO, PSTU, PCDOB, etc. pregam o que você chama de comunismo Marxista e por isso não deveriam ser permitidos, já que isto implica um regime totalitário.

2) Sobre a educação pública:

As cotas nas instituições superiores são o atestado de incompetência do governo na educação básica pública. Estas não preparando adequadamente o cidadão e o seu ingresso nas mais concorridas universidades públicas, o governo não tem outra idéia senão enfiá - los goela abaixo ao invés de desenvolver a educação básica de forma a prepará - los para o acesso à universidade. Não por acaso, se não houvesse cotas não ingressavam, não porque não possuem competência, mas porque não possuem preparo. Muitos largam por não conseguir acompanhar o curso,outros por não conseguir bancar moradia, transporte, alimentação (valeu pátria educadora!) e por aí vai.
1) Só uma dúvida: o comunismo prega a "igualdade absoluta"?

2) Cotas deveriam ser medidas paliativas. Mas em país pobre, medidas paliativas duram pra sempre.

Avatar do usuário
Yellow Ledbetter
Júnior
Júnior
Mensagens: 1601
Registrado em: 23 Dez 2015, 21:41
Localização: Vila Velha - ES
Contato:

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Yellow Ledbetter » 14 Abr 2016, 19:02

Lord Humongous escreveu:
Yellow Ledbetter escreveu:Estive até matutando sobre a afirmação do gadotti que não há liberdade sem capitalismo.

É uma afirmação pouco crível, se me permite dizer. Afinal, crer na inexistência da liberdade fora do capitalismo é crer que nunca houve liberdade antes do capitalismo. Isso não só iria nos levar a um estudo axiológico do valor liberdade, como se dava em outras sociedades e sistemas, como ignorar todos os defeitos e desigualdades inerentes ao sistema em questão.

Nem precisamos tocar na ferida. Basta ver que o capitalismo tem regras, e toda regra tende a suprimir a liberdade de algo ou alguém. Imaginem num panorama liberal que não é permitido o cartel. Logo, não devo fazer um cartel. Isso suprime minha liberdade, independentemente do benefício do efeito.

Ou seja, é fraco afirmar o requisito capitalismo para o fim liberdade. Seria mais fácil dizer que o anarquismo, que é a ausência de coerção, seria dotado de maior liberdade que o capitalismo, pois é o sistema que tenta abolir as regras.

Apenas um pensamento, e lendo o Diego vs Lord.
Até o anarquismo falharia! Regras brotam do convívio humano, não há como escapar delas.

A verdade é que, em certo sentido, a liberdade é superestimada. O que queremos é ter mobilidade, poder falar, pensar, fazer coisas sem que haja coerção excessiva. E a melhor forma de coerção em um sistema hedônico é a autocoerção moral - é o que os psicanalistas, que o Diego gosta, chamariam de superego.

Um sistema hedônico regulado basicamente pela autocoerção só é possível com o aprimoramento dos indivíduos. Se somos pouco livres hoje, a culpa não é do sistema econômico (até porque isso é só uma aberração que serve para tratar de animais), mas do sistema social e, sobretudo, da cultura!

Enquanto cultuarmos a ansiedade de consumo e todo esse desespero para ter mais do que o outro, precisaremos de sistemas sociais castradores. Capitalismo garante a liberdade? Piada, né?! Capitalismo garante coerção! Muita coerção!
:ed2: Concordo!

O capitalismo não é a raiz de todo mal e nem de toda a liberdade, mas flerta com ambos, como qualquer outro sistema faria.

Mas se fala como se fosse o sistema perfeito.

Avatar do usuário
Gabrielleao
Júnior
Júnior
Mensagens: 3217
Registrado em: 30 Dez 2015, 19:06

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Gabrielleao » 14 Abr 2016, 19:43

Klaus escreveu: 1) Sobre o comunismo:

É utópico porque igualdade absoluta é utópica. Meu ponto é: partidos como PCO, PSTU, PCDOB, etc. pregam o que você chama de comunismo Marxista e por isso não deveriam ser permitidos, já que isto implica um regime totalitário.

2) Sobre a educação pública:

As cotas nas instituições superiores são o atestado de incompetência do governo na educação básica pública. Estas não preparando adequadamente o cidadão e o seu ingresso nas mais concorridas universidades públicas, o governo não tem outra idéia senão enfiá - los goela abaixo ao invés de desenvolver a educação básica de forma a prepará - los para o acesso à universidade. Não por acaso, se não houvesse cotas não ingressavam, não porque não possuem competência, mas porque não possuem preparo. Muitos largam por não conseguir acompanhar o curso,outros por não conseguir bancar moradia, transporte, alimentação (valeu pátria educadora!) e por aí vai.
1) Então, sobre o comunismo Marxista sem "atualizações" também acho uma aberração. Marx em uma epoca, que as transformações sócias fazia suas palavras terem sentido. Hoje não faz, na minha opinião, nenhum sentido.

Mas o Comunismo como ideologia eu não condeno. Pois acredito que temos que ter como objetivo oque para nós seria a perfeição, mesmo que não consigamos chegar em tal ( Isso para quem acha o comunismo o ideal, que eu, particularmente não acho).

2) A educação fundamental/media é do âmbito federal? Por que, por exemplo, entre as melhores escolas do brasil temos algumas do publicas do sul ? O Governo só investe em escolas no sul ? ( na verdade o rio é aonde há as poucas escolas federais ainda existentes).

As medidas do governo, mesmo sendo paliativas, garante uma maior mobilidade social. Você tem um governo, federal que dá uma ajuda de custo com a obrigação do filho está na escola ( é a fiscalização é bem forte) e dá para esse garoto, já que suas escolas tanto ESTADUAIS e MUNICIPAIS não o deram a educação certa, 2 chances ( Cota e Prouni) de entre numa faculdade e mudar sua vida.

Eu, como tenho formações mais voltadas para economia ( comecei Ecomimia e terminei engenharia de Produção) tenho certeza ABSOLUTA que o governo dilma por N fatores teve um péssimo impacto economico(Má administração, Falta de tato politico, Crise Politica e Crise GLOBAL...).

Mas educacionalmente, nenhum governo da historia do brasil avançou tanto como o da DILMA e posso falar isso pois estudei no Pedro II na epoca do Fernando Henrique ( Greves todos os anos, professores fazendo vaquinha para comida...) e fiz faculdades publicas nos Governos do Lula e da Dilma.

Avatar do usuário
{Yusuke}
Júnior
Júnior
Mensagens: 1222
Registrado em: 30 Dez 2015, 21:40

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por {Yusuke} » 14 Abr 2016, 19:59

http://epoca.globo.com/vida/noticia/201 ... amina.html

se tivéssemos num pais sério isso seria motivo de impeachment de todo congresso, senado e a presidência, principalmente os burros que propõe isso e não se dão ao trabalho de estudar porra nenhuma, antes de fazer medida populista em """"prol"""" do povo.

propor a liberação de medicamentos com base em canabidiol, que tem a eficacia comprovadas e que realmente salvaria muitas vidas ninguém quer né?
Imagem

Avatar do usuário
Mr.R
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 993
Registrado em: 30 Dez 2015, 17:04

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Mr.R » 14 Abr 2016, 20:14

Excelente Texto de 2010 mas muito atual. Explica muito bem como funciona o PMDB e como é o Michel Temer.

"A CARA DO PMDB"
Quem é, de onde veio e o que quer o chefe do maior partido brasileiro e candidato a vice-presidente de Dilma Rousseff
http://revistapiaui.estadao.com.br/mate ... a-do-pmdb/
"No Vasco, basta plantar a semente"
Arthur da Fonseca Soares o tesoureiro da campanha Comissão Pró-Avião Vasco da Gama, na qual o clube doou dois aviões para serem usados na segunda guerra mundial.

Avatar do usuário
Thyaguinho
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 823
Registrado em: 31 Dez 2015, 16:12

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Thyaguinho » 14 Abr 2016, 20:24

O governo está desesperado. Chega a ser engraçado.
Imagem
"Não desista! Sofra agora e viva o resto de sua vida como um campeão!"

Avatar do usuário
Lorenzo
Grande Benemérito
Grande Benemérito
Mensagens: 8362
Registrado em: 23 Dez 2015, 22:36
Localização: Rio de Janeiro

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Lorenzo » 14 Abr 2016, 21:22

{Yusuke} escreveu:http://epoca.globo.com/vida/noticia/201 ... amina.html

se tivéssemos num pais sério isso seria motivo de impeachment de todo congresso, senado e a presidência, principalmente os burros que propõe isso e não se dão ao trabalho de estudar porra nenhuma, antes de fazer medida populista em """"prol"""" do povo.

propor a liberação de medicamentos com base em canabidiol, que tem a eficacia comprovadas e que realmente salvaria muitas vidas ninguém quer né?
Infelizmente os governantes gostam de um populismo, não importam as consequências...
ImagemImagem
ImagemImagem
O ontem e o hoje.

Avatar do usuário
Chemistry
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 654
Registrado em: 10 Jan 2016, 22:33

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Chemistry » 14 Abr 2016, 23:31

Não sei se todos sabem, mas em 64 os vermelhos iam tomar o país da mesma forma que os militares. A diferença foi que chegaram primeiro e nos salvaram. Pra quem não acredita um professor meu de metodologia científica foi bem direto quanto a isso: seus mentores falaram já pra ele que queriam sim tomar, mas que se ele perguntasse isso em um auditório iam negar até a morte.

E há 13 anos estamos em um governo pífio e tendendo pro vermelho, então não tenho medo nenhum de dizer e tô pouco me fudendo pro que diz a merda da nossa constituição: eu apoio uma nova ditadura militar.
A diferença entre a inteligência e a estupidez é que a primeira é limitada.

Avatar do usuário
Yellow Ledbetter
Júnior
Júnior
Mensagens: 1601
Registrado em: 23 Dez 2015, 21:41
Localização: Vila Velha - ES
Contato:

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Yellow Ledbetter » 14 Abr 2016, 23:34

:mort:

Avatar do usuário
Douglas
Júnior
Júnior
Mensagens: 3254
Registrado em: 30 Dez 2015, 15:57

Re: RE: Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Douglas » 14 Abr 2016, 23:37

Chemistry escreveu:Não sei se todos sabem, mas em 64 os vermelhos iam tomar o país da mesma forma que os militares. A diferença foi que chegaram primeiro e nos salvaram. Pra quem não acredita um professor meu de metodologia científica foi bem direto quanto a isso: seus mentores falaram já pra ele que queriam sim tomar, mas que se ele perguntasse isso em um auditório iam negar até a morte.

E há 13 anos estamos em um governo pífio e tendendo pro vermelho, então não tenho medo nenhum de dizer e tô pouco me fudendo pro que diz a merda da nossa constituição: eu apoio uma nova ditadura militar.
Tive um professor de matemática que usou essa mesma falácia pra dizer que se o Hitler não tivesse tomado a Alemanha os judeus iriam fazer a mesma coisa, ia jogar todos os alemães na câmara de gás.

Obviamente as duas são mentirosas.

Enviado de meu MotoG3 usando Tapatalk
Imagem

Avatar do usuário
Chemistry
Juvenil
Juvenil
Mensagens: 654
Registrado em: 10 Jan 2016, 22:33

Re: RE: Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Chemistry » 14 Abr 2016, 23:42

Douglas escreveu:
Chemistry escreveu:Não sei se todos sabem, mas em 64 os vermelhos iam tomar o país da mesma forma que os militares. A diferença foi que chegaram primeiro e nos salvaram. Pra quem não acredita um professor meu de metodologia científica foi bem direto quanto a isso: seus mentores falaram já pra ele que queriam sim tomar, mas que se ele perguntasse isso em um auditório iam negar até a morte.

E há 13 anos estamos em um governo pífio e tendendo pro vermelho, então não tenho medo nenhum de dizer e tô pouco me fudendo pro que diz a merda da nossa constituição: eu apoio uma nova ditadura militar.
Tive um professor de matemática que usou essa mesma falácia pra dizer que se o Hitler não tivesse tomado a Alemanha os judeus iriam fazer a mesma coisa, ia jogar todos os alemães na câmara de gás.

Obviamente as duas são mentirosas.

Enviado de meu MotoG3 usando Tapatalk

Eu não tenho conhecimento histórico quase nenhum com relação à detalhes, nunca foi meu forte nada desse género.

Só estou dizendo o que um professor meu, que é doutor em história, afirmou. Não vai ser provado isso, até porque eu mais fácil deixar pra lá já que quem merece ser odiado são os militares né...

Mas no caso da dúvida eu prefiro qualquer coisa a ter um país assumido como comedor de criancinhas.

E como estamos em um governo caótico e tendendo a esses ideias sujos....
A diferença entre a inteligência e a estupidez é que a primeira é limitada.

Avatar do usuário
Cheder
Grande Benemérito
Grande Benemérito
Mensagens: 10569
Registrado em: 23 Dez 2015, 22:13

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Cheder » 15 Abr 2016, 00:04

Mano...

Avatar do usuário
Tarcísio
Júnior
Júnior
Mensagens: 3419
Registrado em: 30 Dez 2015, 16:48

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Tarcísio » 15 Abr 2016, 02:24

Felipe NFL escreveu:E, a despeito de não ter tido tempo pra fazer pesquisas sobre, o que disseram exatamente foi que o índice de homicídios tem aumentado muito, e que inclusive há quem ache "legal" matar, como um hobby.
Desculpe, mas vc esta bem por fora. É o contrario.
"e que inclusive há quem ache "legal" matar, como um hobby." Viajou. Alias, curioso vindo de alguém que apoia Che, Marx, Stalin... E ainda tem como assinatura a foto de um deles segurando uma arma.
Imagem

Avatar do usuário
Tarcísio
Júnior
Júnior
Mensagens: 3419
Registrado em: 30 Dez 2015, 16:48

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Tarcísio » 15 Abr 2016, 02:31

E os isentoes do fórum continuam atacando Sergio Moro... legal.
Continuem reparando no nível moral deles, os tais isentos. :fkc:
Imagem

Avatar do usuário
{Yusuke}
Júnior
Júnior
Mensagens: 1222
Registrado em: 30 Dez 2015, 21:40

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por {Yusuke} » 15 Abr 2016, 03:42

imagem da dilma manipulando as massas

Imagem
Imagem

Avulso
Promessa
Promessa
Mensagens: 196
Registrado em: 27 Dez 2015, 08:26

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Avulso » 15 Abr 2016, 06:44

http://luizflaviogomes.com/para-moro-la ... personica/
Para Moro a Lava Jato (em 1ª instância) termina esse ano – Operação Abafa Tudo seria supersônica?


Esse era meu medo. Tirar o PT do poder e pronto! A corrupção foi varrida no Brasil. Próxima eleição os probos Cunha, Aécio, Calheiros e, quem sabe até, o São Lula, com caras de santo e instruídos por excelentes marqueteiros implorando por um voto de confiança.
VIVA!!!
Editado pela última vez por Avulso em 15 Abr 2016, 06:49, em um total de 1 vez.

Avulso
Promessa
Promessa
Mensagens: 196
Registrado em: 27 Dez 2015, 08:26

Re: POLITICA NACIONAL IV

Mensagem por Avulso » 15 Abr 2016, 06:47

Esse tipo de deputado envergonha meu Estado.
http://seculodiario.com.br/28214/14/o-c ... mpeachment


Voltar para “Galeria NETVASCO - Temas Gerais”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes