CONSELHO FISCAL - FUNÇÕES E OBJETIVOS

Comente aqui sobre Temas Internos e Diversos sobre a Política Vascaína e as suas implicações junto ao Clube e Entidades Afiliadas (FFERJ, CBF, Etc).
Avatar do usuário
edwardlinkeman
Grande Benemérito
Grande Benemérito
Mensagens: 2385
Registrado em: 23 Dez 2015, 18:40
Localização: Ipanema/RJ

CONSELHO FISCAL - FUNÇÕES E OBJETIVOS

Mensagem por edwardlinkeman » 24 Dez 2015, 11:21

CONSELHO FISCAL - FUNÇÕES E OBJETIVOS


CAPÍTULO XI

DO CONSELHO FISCAL


Art. 90º - O Conselho Fiscal, Poder fiscalizador da administração financeira e da execução anual o orçamento do Clube, compõe-se de 3 (três) membros efetivos e de 3 (três) suplentes, todos com mandato de 3 (três) anos.

§ 1º - O Conselho Fiscal reunir-se-á e deliberará na esfera de suas atribuições com o mínimo de 2 (dois) terços de seus membros efetivos, e atenderá em conjunto ou por um de seus membros devidamente autorizado, à convocação de outros órgãos ou Poderes do Clube.

§ 2º - A convocação de suplente, para integrar o número fixo legal, far-se-á de modo a funcionar o Conselho com a presença de um dos membros da minoria verificada na eleição para a sua constituição.

§ 3º - As reuniões do Conselho Fiscal efetuar-se-ão, ordinariamente, no mínimo uma vez por semana, e extraordinariamente na forma deste Estatuto ou ainda mediante requerimento subscrito por 200 (duzentos) ou mais sócios elegíveis para o Conselho Deliberativo, reconhecidas as firmas por tabelião.

§ 4º - No caso de ausência ou impedimento eventual do Presidente do Conselho Fiscal em qualquer das reuniões ordinárias, assumirá essa função na respectiva reunião, o outro membro do Conselho eleito pela maioria, investido de todas as prerrogativas estatutárias.

§ 5º - A falta, sem motivo justificado, de qualquer dos membros do Conselho Fiscal, a cinco reuniões consecutivas ou dez alternadas, importará na automática perda do mandato, proclamação pelo Presidente do próprio Conselho, e na imediata e consequente convocação do suplente eleito.

§ 6º - A Presidência do Conselho Fiscal será sempre e em qualquer hipótese, exercida por um dos membros eleitos pela maioria.

Art. 91º - Ao Conselho Fiscal, além das demais atribuições indicadas neste Estatuto, compete:

a) examinar, semanal ou mensalmente, os livros, documentos e balancetes;

b) apresentar à Assembléia Geral ou do Conselho Deliberativo, parecer anual sobre o movimento econômico, financeiro e administrativo;

c) opinar sobre a cobertura de créditos adicionais ao orçamento, tendo em vista os recursos de compensação;

d) dar parecer sobre o projeto de orçamento;

e) fiscalizar o cumprimento das deliberações do Conselho Nacional de Desporto e praticar os atos que este lhe atribuir;

f) denunciar à Assembléia Geral, ou Conselho Deliberativo, erros administrativos ou qualquer violação da lei ou dos estatutos, sugerindo as medidas a serem tomadas, inclusive para que possa em cada caso exercer plenamente a sua função fiscalizadora;

g) convocar a Assembléia Geral ou o Conselho Deliberativo, quando ocorrer motivo grave e urgente;

h) examinar e emitir parecer, com a maioria dos seus membros na forma deste Estatuto, sobre as contas anuais apresentadas pela Presidência da Diretoria Administrativa para os fins indicados na segunda parte da alínea “a” do Artigo 76.

i) Comunicar incontinenti ao Presidente do Clube e ao Conselho Deliberativo, para os devidos fins, e com as sugestões que julgar convenientes, as irregularidades apuradas na fiscalização compreendida na órbita de suas atribuições;

f) comparecer obrigatoriamente, em conjunto ou por um ou mais de seus membros através de delegação expressa, às reuniões do Conselho Deliberativo, no caso da última parte da letra “a” do Artigo 76 ou por convocação do respectivo Presidente.

Art. 92º - Não poderá ser membro do Conselho Fiscal, o ascendente, descendente, cônjuge, irmão, padrasto ou o enteado do Presidente do Clube.

Fonte:

http://www.crvascodagama.com/?display=CLUBE-1#ancora4
Imagem

PADRE MIGUEL É A CAPITAL DA ESCOLA DE SAMBA QUE BATE MELHOR NO CARNAVAL!

Avatar do usuário
vinipinheiro88
Promessa
Promessa
Mensagens: 93
Registrado em: 16 Mar 2017, 22:14
Localização: Rio de Janeiro-RJ

Re: CONSELHO FISCAL - FUNÇÕES E OBJETIVOS

Mensagem por vinipinheiro88 » 14 Mai 2017, 23:10

Sendo bem franco, é um engodo...

Tem q ser feita uma devassa nas contas do clube e se chegar exatamente a onde o clube deve e pq e punir os culpados (diretorias e conselhos fiscais e deliberativos) por isso.

Tdas as contas do clube sempre são aprovadas, e ngm questiona nada nunca...

Foda cara...
Depois da tempestade, vem a bonança.

Mas só depois de conseguir garantir a sobrevivência e de trabalho muito árduo para se conseguir dias melhores.

É assim com a nossa cidade, com o nosso estado, com o nosso país e com o nosso Vasco.

Avatar do usuário
RogeRJ
Júnior
Júnior
Mensagens: 1015
Registrado em: 05 Jan 2016, 17:48
Localização: Rio de Janeiro

Re: CONSELHO FISCAL - FUNÇÕES E OBJETIVOS

Mensagem por RogeRJ » 16 Mai 2017, 08:41

Diz o estatuto: § 3º - As reuniões do Conselho Fiscal efetuar-se-ão, ordinariamente, no mínimo uma vez por semana, e extraordinariamente na forma deste Estatuto ou ainda mediante requerimento subscrito por 200 (duzentos) ou mais sócios elegíveis para o Conselho Deliberativo, reconhecidas as firmas por tabelião.
(...)
Art. 91º - Ao Conselho Fiscal, além das demais atribuições indicadas neste Estatuto, compete:

a) examinar, semanal ou mensalmente, os livros, documentos e balancetes;

b) apresentar à Assembléia Geral ou do Conselho Deliberativo, parecer anual sobre o movimento econômico, financeiro e administrativo;

c) opinar sobre a cobertura de créditos adicionais ao orçamento, tendo em vista os recursos de compensação;

d) dar parecer sobre o projeto de orçamento;

e) fiscalizar o cumprimento das deliberações do Conselho Nacional de Desporto e praticar os atos que este lhe atribuir;

f) denunciar à Assembléia Geral, ou Conselho Deliberativo, erros administrativos ou qualquer violação da lei ou dos estatutos, sugerindo as medidas a serem tomadas, inclusive para que possa em cada caso exercer plenamente a sua função fiscalizadora;

g) convocar a Assembléia Geral ou o Conselho Deliberativo, quando ocorrer motivo grave e urgente;

h) examinar e emitir parecer, com a maioria dos seus membros na forma deste Estatuto, sobre as contas anuais apresentadas pela Presidência da Diretoria Administrativa para os fins indicados na segunda parte da alínea “a” do Artigo 76.

i) Comunicar incontinenti ao Presidente do Clube e ao Conselho Deliberativo, para os devidos fins, e com as sugestões que julgar convenientes, as irregularidades apuradas na fiscalização compreendida na órbita de suas atribuições;

f) comparecer obrigatoriamente, em conjunto ou por um ou mais de seus membros através de delegação expressa, às reuniões do Conselho Deliberativo, no caso da última parte da letra “a” do Artigo 76 ou por convocação do respectivo Presidente.

Será que realmente eles se reúnem uma vez por semana? Se sim, o que devem fazer nessa reunião? Devem ficar jogando purrinha.
Não vejo, ao menos nas mídias, ações por parte dos "conselhos" do Vasco, as pessoas que os integram devem ser submissas ao eurico, não vejo como ser diferente. O clube está na merda, no fundo do poço e não se vê uma atividade enérgicas desses conselhos. Nulidade total.


Voltar para “Temas Internos & Diversos”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante